ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 27º

Arquitetura

Para ter selva sem sair da cidade, casal encheu a casa de plantas

Saulo e Paulo encontraram no estilo “urban jungle” a chance de ter plantas dentro de casa e isso virou sucesso na decoração

Thailla Torres | 23/02/2021 07:55
Saulo levou o verde para dentro de casa em harmonia com estilo industrial. (Foto: Kísie Ainoã)
Saulo levou o verde para dentro de casa em harmonia com estilo industrial. (Foto: Kísie Ainoã)

Uma casa nova ampla depois anos em um apartamento minúsculo era um dos sonhos do cabeleireiro Saulo de Souza Fernandes Junior. Quando mudou tinha apenas um sofá, televisão e mesa de jantar, além de uma pintura bem sem graça. Apaixonado por decoração, Saulo e o marido Paulo Victor conseguiram enxergar o potencial da nova casa mesmo sem nenhum estilo definido na cabeça. A recompensa  chegou meses depois, quando finalmente colocaram tudo no lugar e viram a decoração conquistada através das plantas.

Muita coisa mudou desde o início da pandemia, quando o casal mudou para a casa nova, principalmente em termos de cores.  Como as paredes eram todas brancas, eles resolveram colocar um pouco de cor em algumas delas, mas sem abusos.

Saulo é cabeleireiro e apaixonado por plantas. (Foto: Kísie Ainoã)
Saulo é cabeleireiro e apaixonado por plantas. (Foto: Kísie Ainoã)

Saulo pesquisou diferentes estilos de decoração, e foi quando se deparou com o industrial. “Amei os metais e madeiras, porém, achei um estilo muito sério, fui pesquisar algo que conversasse com o estilo e foi a primeira vez que ouvi falar do urban jungle”.

Na tradução livre, urban jungle significa floresta urbana. Esse estilo nada mais é do que decorar a casa com muito verde vindo de várias espécies de plantas.

“Sempre fui apaixonado por planta, mas nunca havia tentado colocar em casa e fazer dela uma verdadeira selva”.

Saulo criou selva particular em casa. (Foto: Kísie Ainoã)
Saulo criou selva particular em casa. (Foto: Kísie Ainoã)
Além das plantas, ele aposta em vários itens decorativos. (Foto: Kísie Ainoã)
Além das plantas, ele aposta em vários itens decorativos. (Foto: Kísie Ainoã)
Até home office ganhou plantas. (Foto: Kísie Ainoã)
Até home office ganhou plantas. (Foto: Kísie Ainoã)
Hoje, lar de Saulo e seu esposo Paulo Victor Davalo Quintana virou um verdadeiro refúgio. (Foto
Hoje, lar de Saulo e seu esposo Paulo Victor Davalo Quintana virou um verdadeiro refúgio. (Foto

Saulo iniciou a transformação com algumas peças de metal para as duas salas. “Procurei inspirações no Pinterest com o as palavras industrial e urban jungle e encontrei boas referências. A ideia foi criar mini ambientes com plantas: uma sala de televisão, uma sala de jantar, uma sala de descanso e um home office.”

No início da pandemia, o isolamento e a diminuição fizeram com que Saulo mergulhasse no mundo das plantas. “Comecei a pesquisar sobre cada plant, adubação, propagação, iluminação. Isso se tornou meu maior hobby.”

Com muitas plantas pela casa, maioria é da família araceae. “Que são plantas mais adequadas a meu tipo de cultivo (em sombra criando um ambiente sempre úmido). Tive algumas experiências negativas com plantas de pouca água”, diz. .

Cantinho da casa cheio de plantas. (Foto: Kísie Ainoã)
Cantinho da casa cheio de plantas. (Foto: Kísie Ainoã)
Além das plantas, itens coloridos e iluminação transformaram ambientes. (Foto: Kísie Ainoã)
Além das plantas, itens coloridos e iluminação transformaram ambientes. (Foto: Kísie Ainoã)
Com muitas plantas pela casa, maioria é da família araceae. (Foto: Kísie Ainoã)
Com muitas plantas pela casa, maioria é da família araceae. (Foto: Kísie Ainoã)

Para quem deseja se arriscar nessa aventura, o principal, segundo o casal, é não ter medo de estragar móveis. “Como o ambiente delas é sempre mais úmido pode acabar molhando móveis e a casa. Hoje, como já entendo bastante de planta, sempre vejo bem o local onde quero colocar alguma e qual a melhor espécie para ocupar esse local”, ensina Saulo.

Ter plantas fez Saulo mudar até a relação dele com o lar. “Antes eu queria ter uma casa chique, hoje tudo que eu quero é uma casa com personalidade e que tenha a nossa cara. Amo fazer as coisas por conta própria, então sempre tem algo novo chegando”, finaliza.

Quem quiser acompanhar um pouco do cantinho de Saulo e a dedicação dele com as plantas, pode seguir o seu perfil no Instagram (clique aqui).

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias