ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 30º

Arquitetura

Para ter selva sem sair da cidade, casal encheu a casa de plantas

Saulo e Paulo encontraram no estilo “urban jungle” a chance de ter plantas dentro de casa e isso virou sucesso na decoração

Por Thailla Torres | 23/02/2021 07:55
Saulo levou o verde para dentro de casa em harmonia com estilo industrial. (Foto: Kísie Ainoã)
Saulo levou o verde para dentro de casa em harmonia com estilo industrial. (Foto: Kísie Ainoã)

Uma casa nova ampla depois anos em um apartamento minúsculo era um dos sonhos do cabeleireiro Saulo de Souza Fernandes Junior. Quando mudou tinha apenas um sofá, televisão e mesa de jantar, além de uma pintura bem sem graça. Apaixonado por decoração, Saulo e o marido Paulo Victor conseguiram enxergar o potencial da nova casa mesmo sem nenhum estilo definido na cabeça. A recompensa  chegou meses depois, quando finalmente colocaram tudo no lugar e viram a decoração conquistada através das plantas.

Muita coisa mudou desde o início da pandemia, quando o casal mudou para a casa nova, principalmente em termos de cores.  Como as paredes eram todas brancas, eles resolveram colocar um pouco de cor em algumas delas, mas sem abusos.

Saulo é cabeleireiro e apaixonado por plantas. (Foto: Kísie Ainoã)
Saulo é cabeleireiro e apaixonado por plantas. (Foto: Kísie Ainoã)

Saulo pesquisou diferentes estilos de decoração, e foi quando se deparou com o industrial. “Amei os metais e madeiras, porém, achei um estilo muito sério, fui pesquisar algo que conversasse com o estilo e foi a primeira vez que ouvi falar do urban jungle”.

Na tradução livre, urban jungle significa floresta urbana. Esse estilo nada mais é do que decorar a casa com muito verde vindo de várias espécies de plantas.

“Sempre fui apaixonado por planta, mas nunca havia tentado colocar em casa e fazer dela uma verdadeira selva”.

Saulo criou selva particular em casa. (Foto: Kísie Ainoã)
Saulo criou selva particular em casa. (Foto: Kísie Ainoã)
Além das plantas, ele aposta em vários itens decorativos. (Foto: Kísie Ainoã)
Além das plantas, ele aposta em vários itens decorativos. (Foto: Kísie Ainoã)
Até home office ganhou plantas. (Foto: Kísie Ainoã)
Até home office ganhou plantas. (Foto: Kísie Ainoã)
Hoje, lar de Saulo e seu esposo Paulo Victor Davalo Quintana virou um verdadeiro refúgio. (Foto
Hoje, lar de Saulo e seu esposo Paulo Victor Davalo Quintana virou um verdadeiro refúgio. (Foto

Saulo iniciou a transformação com algumas peças de metal para as duas salas. “Procurei inspirações no Pinterest com o as palavras industrial e urban jungle e encontrei boas referências. A ideia foi criar mini ambientes com plantas: uma sala de televisão, uma sala de jantar, uma sala de descanso e um home office.”

No início da pandemia, o isolamento e a diminuição fizeram com que Saulo mergulhasse no mundo das plantas. “Comecei a pesquisar sobre cada plant, adubação, propagação, iluminação. Isso se tornou meu maior hobby.”

Com muitas plantas pela casa, maioria é da família araceae. “Que são plantas mais adequadas a meu tipo de cultivo (em sombra criando um ambiente sempre úmido). Tive algumas experiências negativas com plantas de pouca água”, diz. .

Cantinho da casa cheio de plantas. (Foto: Kísie Ainoã)
Cantinho da casa cheio de plantas. (Foto: Kísie Ainoã)
Além das plantas, itens coloridos e iluminação transformaram ambientes. (Foto: Kísie Ainoã)
Além das plantas, itens coloridos e iluminação transformaram ambientes. (Foto: Kísie Ainoã)
Com muitas plantas pela casa, maioria é da família araceae. (Foto: Kísie Ainoã)
Com muitas plantas pela casa, maioria é da família araceae. (Foto: Kísie Ainoã)

Para quem deseja se arriscar nessa aventura, o principal, segundo o casal, é não ter medo de estragar móveis. “Como o ambiente delas é sempre mais úmido pode acabar molhando móveis e a casa. Hoje, como já entendo bastante de planta, sempre vejo bem o local onde quero colocar alguma e qual a melhor espécie para ocupar esse local”, ensina Saulo.

Ter plantas fez Saulo mudar até a relação dele com o lar. “Antes eu queria ter uma casa chique, hoje tudo que eu quero é uma casa com personalidade e que tenha a nossa cara. Amo fazer as coisas por conta própria, então sempre tem algo novo chegando”, finaliza.

Quem quiser acompanhar um pouco do cantinho de Saulo e a dedicação dele com as plantas, pode seguir o seu perfil no Instagram (clique aqui).

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário