ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 24º

Artes

Após muita farra em atlética, amigos conseguem gravar com Kondzilla

Campo-grandenses se lançam funkeiros em novo hit disponível no segundo maior canal musical do YouTube

Por Raul Delvizio | 24/03/2021 08:03
Os campo-grandenses Gabriel e Bruno, respectivamente DJ Zim e Rincco, lançaram clipe produzido por Kondzilla (Foto: Thales Cansi)
Os campo-grandenses Gabriel e Bruno, respectivamente DJ Zim e Rincco, lançaram clipe produzido por Kondzilla (Foto: Thales Cansi)

O mais recente videoclipe dirigido por Kondzilla teve como protagonista dois músicos campo-grandenses: Gabriel Araújo de Menezes e Bruno da Silva Sarate, 27 e 22 anos respectivamente, mais conhecidos como DJ Zim e Rincco. Sobre dar uma zoada nos filtros do TikTok, o hit "Coloridinha" foi de cara aprovado pelo maior selo de funk do país e liberado ao público na tarde de ontem (23), isso no segundo maior canal musical do YouTube.

"Nós mandamos a música para ser analisada pelo Kondzilla apenas sonhando ter uma chance. Do nada ela foi aprovada e já fizemos os 'corres' tanto da gravação como do videoclipe. Sendo artistas aqui de Campo Grande, queremos alcançar voos mais altos e encontrar nosso lugar no mundo. Pelo visto, isso foi nosso primeiro pontapé", afirma Rincco.

Confira o clipe abaixo:

Os dois já se conheciam há algum tempo. Zim é DJ há 12 anos e era conhecido por tocar nas festas de atléticas não só da Capital, mas como também de outros estados. Já Rincco é bailarino há 14 e desde 2019 investe no gogó. Incentivando um ao outro, os dois acabaram por compor e lançar a parceria de agora.

"Depois de eu mandar várias músicas pra ele ouvir, acabou que marcamos um dia aqui em casa e juntos cantarolamos o refrão de 'Coloridinha', uma brincadeira nossa sobre uso de filtros nas redes sociais e das blogueirinhas, especialmente aquele que o pessoal usa no TikTok para parecer que está numa festa", explica o dançarino.

Devido a pandemia de covid-19, Zim estava sem fazer festas e Rincco afastado do trabalho por problemas de saúde. Mesmo assim, decidiram investir no brega funk e correr atrás da gravadora de Kondzilla. "Ele é muito profissional, e o medo da gente levar pitaco era grande! Mas nem rolou isso, porque o clima foi bastante descontraído. Fizemos tudo com muita garra e demos o nosso melhor nesse primeiro projeto", revela Zim.

Bastidores de gravação, que contou também com outras duas dançarinas escolhidas a dedo por Rincco (Foto: Arquivo Pessoal)
Bastidores de gravação, que contou também com outras duas dançarinas escolhidas a dedo por Rincco (Foto: Arquivo Pessoal)

A ideia criativa por trás do roteiro do vídeo veio de Thales Cansi, irmão de Kond, mas também um misto dos dois campo-grandenses, especialmente com a ajuda de Rincco na coreografia. Tudo foi feito em 1 semana, isso em janeiro deste ano.

"Foi tudo muito rápido. Assim que a música teve aprovação, já marcamos o set de filmagens. Convidamos a influenciadora paraense Theulyn Reis assim como outras duas dançarinas para participar com a gente, que pegaram a coreografia por um vídeo que enviei. Como 'Coloridinha' está relacionada aos challenges do TikTok, fiz uma coreografia fácil de pegar pra incentivar a galera a aprender também fazer rapidamente os challenges com a música", conta Rincco, que também já fez a composição "Tôkitô" em parceria com a cantora sul-mato-grossense Paolla.

Além das bailarinas, os jovens também chamaram uma influenciadora paraense que foi a protagonista do clipe (Foto: Arquivo Pessoal)
Além das bailarinas, os jovens também chamaram uma influenciadora paraense que foi a protagonista do clipe (Foto: Arquivo Pessoal)

Tudo isso aconteceu descrito pelos garotos foi em São Paulo, onde a gravadora Kondzilla tem sede. Processo rápido porém delicado devido a pandemia da covid. "Eram várias regras que tivemos que seguir para conseguir gravar e fazer dar certo em segurança. E deu", confirma Zim.

Para os dois, em suas palavras, é até surreal verem da onde vieram e de onde estão cada vez mais chegando. "Desde criança eu sempre tive o sonho de ser artista e viver da arte, viver da música, do teatro e da dança, a arte é o que sempre me motivos, me fez levantar da cama", ressalta Rincco. "Perceber que mesmo no meio de tanto caos nos mantivemos fortes, persistentes no nosso sonho e que estamos conseguindo alcançar nossos objetivos é realmente inspirador", finaliza Zim.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário