ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 23º

Artes

Na lista dos mais vendidos, poeta diz que chave é desmistificar tradição

Escritor e Youtuber, Allan Dias Castro foi convidado para palestrar em noite de comemoração na Capital

Aletheya Alves | 16/09/2022 08:03
Poeta e youtuber, Allan Dias Castro apresentou palestra na Noite da Poesia. (Foto: Alex Machado)
Poeta e youtuber, Allan Dias Castro apresentou palestra na Noite da Poesia. (Foto: Alex Machado)

A trabalho em Campo Grande pela primeira vez, o poeta e youtuber Allan Dias Castro foi convidado para participar da 34ª Noite da Poesia nesta quinta-feira (15). Sucesso nas redes sociais e integrando a lista de livros mais vendidos do País, o escritor reforçou que seu objetivo é desmistificar a criação literária e apoiar quem é visto como “louco” por seguir seus sonhos.

Formado em Comunicação Social pela ESPM-RS e tendo cursado Escrita Criativa na Escola de Escritores de Barcelona, Allan entrou na lista dos autores mais vendidos com “Voz ao Verbo”, em 2019 e com “A monja e o poeta”, em livro a Monja Coen, em 2021.

Seja com os livros ou através de seus vídeos, que ultrapassaram 100 milhões de visualizações, ele contou ao Lado B que seu principal objetivo é popularizar cada vez mais a poesia.

“Minha busca é desmistificar que a poesia é para poucos, que tem que estar lá empoeirada numa estante. Pelo contrário, precisamos fazer o processo inverso. A gente tira do livro, leva para as pessoas e mostra que a poesia faz parte da vida”, conta Allan.

Já conhecendo a Capital, ele explica que veio para a cidade outras vezes por ter família por aqui. Ainda assim, acredita que foi convidado para retornar com seu trabalho principalmente devido à Internet.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Se não fosse a internet, talvez eu não estivesse aqui. A gente tem que se apropriar do que está à disposição. Não critico quem dança em TikTok, adoraria saber dançar, mas não é a minha. Então levo poesia, é o que faço. Utilizo desses meios para chegar até as pessoas, isso quebra uma barreira gigante, Allan completa.

Em sua palestra, com um tom motivacional, o autor usou dessas ideias para, ao invés de discutir sobre a poesia pragmaticamente, apoiar quem sonha. “A palestra se chama ‘Os Loucos podem tudo’ porque quando a gente divide que temos sonhos, o básico é você ouvir que está louco”.

Partindo de sua própria trajetória, narrou sobre como seus livros e a tentativa de entrar no mundo dos vídeos só aconteceu depois de ouvir muito que esse ramo não lhe traria nada. “Meu sonho sempre foi escrever, lançar livros, mas sempre ouvi que poesia não engaja, não vende”.

Tendo publicado de forma independente seu primeiro livro, “O Zé-Ninguém”, em 2014, Allan explicou que o sucesso só veio mesmo anos depois. “Então, quando alguém falar que tem um sonho, não julgue”.

Noite da Poesia

Realizado pela União Brasileira de Escritores e Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, o evento traz nomes em destaque na literatura anualmente e premia autores regionais e nacionais em seu concurso de poesia.

Alunos da graduação de Letras declamaram as poesias vencedoras. (Foto: Alex Machado)
Alunos da graduação de Letras declamaram as poesias vencedoras. (Foto: Alex Machado)

Integrando a diretoria da Ube, André Alvez conta que a ideia da noite foi manter a poesia viva e, com Allan, fazer uma troca de conhecimentos. “Essa troca de informações, de cultura, é importante para crescermos enquanto leitores e escritores”, diz.

E, pensando que a tradição poética da cidade deve continuar, ele explica que já estão imaginando como será o evento do próximo ano. “Estamos pensando no ano que vem porque imaginamos que ficar estático não é bom para nada. A poesia tem asas, então pretendemos voar”.

Na categoria nacional deste ano, os vencedores foram Valéria de Cassia Pisauro Lima com a poesia “Sina estradeira” em primeiro lugar, Mauricio Limeira dos Santos com “Quebranto” em segundo lugar e, em terceiro, “Lar” de Léo Ottesen.

Reginaldo Costa de Albuquerque venceu em terceiro lugar com “Rosa”. (Alex Machado)
Reginaldo Costa de Albuquerque venceu em terceiro lugar com “Rosa”. (Alex Machado)

Regionalmente, os vencedores foram Rodrigo Lopes da Costa com “O que é cultura” em primeiro lugar, Olegario da Costa Maya Neto com “Teatro de Sombras” em segundo lugar e, em terceiro, Reginaldo Costa de Albuquerque com “Rosa”.

Os vencedores receberam R$ 5 mil ao primeiro colocado, R$ 3 mil ao segundo e R$ 2 mil ao terceiro.

Os vencedores receberam R$ 5 mil ao primeiro colocado, R$ 3 mil ao segundo e R$ 2 mil ao terceiro. Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias