ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 20º

Artes

Paulo até tentou fugir, mas gosto pela música falou mais alto e virou carreira

Há três anos ele resolveu se dedicar aos palcos tocando canções autorais e fazendo cover de cantores famosos

Por Alana Portela | 17/02/2020 18:10
Paulo Henrique Caballero tocando o seu fiel violão (Foto: Arquivo pessoal)
Paulo Henrique Caballero tocando o seu fiel violão (Foto: Arquivo pessoal)

Há três anos, Paulo Henrique Caballero resolveu deixar o Direito para viver se apresentando nos palcos de Campo Grande. Ele até tentou fugir da habilidade de tocar instrumentos e cantar, mas chegou um momento que não teve saída e o gosto pela carreira musical falou mais alto.

“Sempre fiz outras coisas na vida para fugir, mas desde pequeno gosto de cantar. Lembro que meu pai colocava música para ouvir e eu cantava. Contudo, conforme fui crescendo senti o peso da sociedade me cobrando, por esse motivo, por volta dos meus 14 anos, decidi que cursaria Direito”, lembra.

Depois que entrou na faculdade realizou estágio na área e também trabalhou com vendas, porém nunca se sentia completo. “Tive até depressão e tentei de tudo, mas não sabia o que fazer. A música voltou para me orientar e me colocou de frente para essa realidade. A canção leva uma mensagem para quem ouve”, destaca.

Aos 28 anos, ele conta que desde menino gosta de cantar. “A primeira vez que toquei na vida foi quando tinha 9 anos de idade. A música funciona como balsamo e você pode cantar no chuveiro ou espalhar isso”.

Agora, Paulo resolveu voltar a cantar e tocar em Campo Grande. Um dos primeiros trabalhos profissionais foi quando tocou na recepção de um laboratório para acalmar os pacientes. “Ajudava a acalmar as pessoas que têm fobia de tomar vacina”, comenta.

“Estou engatinhando ainda, mas tenho compromissos em bares da Capital e toco no interior. Me apresento sozinho, porém quando pedem também chamo uma banda para acompanhar”, conta.

Nos palcos da Capital ele inventa e se reinventa cantando rock, MPB, sertanejo, flash back e fez músicas autorais, porém ainda está se programando para gravar profissionalmente. Entre as canções que escreveu está “Cine”, que é um rap pop romântico que compôs quando estava apaixonado.

Para mostrar que não está pra brincadeira, Paulo até gravou um vídeo especial para o Lado B cantando a música Cine. Dessa forma, ele prova que quem sabe canta ao vivo e mostra para o público que veio para somar na cena cultural.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563 (chame agora mesmo).