ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 21º

Artes

Samba, Blues e 3 dias seguidos de cinema negro abrem semana na Capital

Por Danielle Valentim | 17/11/2019 09:30
Cena do filme Café com Canela (2017)
Cena do filme Café com Canela (2017)

Do 2º Festival de Cinema Negro no MIS (Museu da Imagem e do Som) à semana musical do Sesc Morada dos Baís, a semana começa com programação recheada e eclética em referência à cultura negra. 

No Sesc, as apresentações começam na quarta-feira (20), com show de Juci Ibanez, com 30 anos de carreira do samba ao MPB. Na quinta, 21, tem rock progressivo com a Banda Pulse, com Cover de Pink Floyd. A Pulse é formada por Raphael Valente (Voz e Violão), Daniel Bueno (bateria), Michel Scuira (Contra-Baixo), Bruno Freitas (Teclados), Marcio Armoa (Guitarra) e Bruna Maia (Backing Vocal).

Na sexta-feira, 22, tem o pop rock da Banda Avant. Formada por quatro integrantes a Banda Avant lançou em setembro de 2017 o clipe da primeira música autoral “Sonhando com você”. Além de seu trabalho autoral, a banda apresenta grandes sucessos nacionais e internacionais, com arranjos próprios que levam o público a dançar e cantar do início ao fim.

Fechando a semana, no sábado, 23, show de Zé Pretim, com o melhor do blues sul-mato-grossense. O bluesman chegou ao Estado, vindo do interior de MG, na década de 70, juntando-se aos precursores do gênero no Estado. Na bagagem, uma mescla do blues com a música sertaneja de raiz, somando-se a nomes como Geraldo Espíndola, Renato Fernandes e José Boaventura.

As apresentações começam sempre às 19h30 e o espaço é aberto ao público. O Sesc Morada dos Baís fica na Avenida Noroeste, 5140.

Além da inauguração da Exposição “Beleza Negra – ressignificações da mulher negra na obra de arte”, o MIS recebe o 2º Festival de Cinema Negro, nos dias 19, 20 e 21 de novembro, às 19h.
O festival selecionou curtas e longas-metragens que promovem reflexões e discussões sobre a questão étnica-racial, Direitos Humanos e Resistência.

Serão exibidos os curtas-metragens nacionais:

“A câmera de João” (Direção: Tothi Cardoso, 2017)
“Ana” (Direção: Vitória Felipe, 2017)
“Cores e Botas” (Direção: Juliana Vicente, 2010)
“Disque Quilombola” (Direção: David Reeks, 2012)
“Dudu e o lápis cor da pele” (Direção: Miguel Rodrigues, 2018)
“Maré Capoeira” (Direção: Paola Barreto, 2011)

Sinopses dos longas-metragens
19/11 – Filme Vazante (2017)
Direção: Daniela Thomas
Classificação 14 anos
Sinopse: 'Vazante' explora a solidão e as relações entre raças e gêneros nas margens do Brasil Colonial. Brancos, negros nativos e recém-chegados da África sofrem as mazelas derivadas da incomunicabilidade em uma fazenda imponente, na decadente região dos diamantes, em Minas Gerais, no início do século XIX.
Confira Trailer.

20/11 – Café com Canela (2017)
Direção: Glenda Nicásio e Ary Rosa
Classificação Livre
Sinopse: Após perder o filho, Margarida vive isolada da sociedade. Ela se separa do marido Paulo e perde o contato com os amigos e pessoas próprias. Um dia, Violeta bate à sua porta. Trata-se de uma ex-aluna de Margarida, que assume a missão de devolver um pouco de luz àquela pessoa que havia sido importante pra ela na juventude.
Direção Glenda Nicásio e Ary Rosa
Confira o trailer

21/11 – Documentário Noitada de Samba - Foco de Resistência (2010)
Direção Cély Leal
Classificação Livre
Sinopse: Documentário que conta a história da formação de A Noitada de Samba, que em 1971, em plena ditadura militar, tornou-se um foco de resistência política e cultural, reunindo com frequência compositores e intérpretes dos morros e da periferia.
Confira trailer.

O Museu da Imagem e do Som fica na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, 3º Andar, em Campo Grande.

Curta o Lado B o Facebook e Instagram.

O que era rápido, melhorou! Seja exclusivo, cadastre o telefone (67) 99981-9077 e receba as notícias mais lidas no Campo Grande News pelo seu WhatsApp. Adicione na sua lista de contato, mande um "OI", e automaticamente você será cadastrado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário