ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 22º

Artes

Seis anos após ser batizado por índios em MS, Milton Nascimento visitará aldeia

Thailla Torres | 21/12/2016 15:52
Registro feito em 2010 quando Milton Nascimento foi batizado por índios guarani. (Foto: Vânia Jucá)
Registro feito em 2010 quando Milton Nascimento foi batizado por índios guarani. (Foto: Vânia Jucá)

O cantor Milton Nascimento está em Campo Grande para visitar aldeias, 6 anos depois de ser batizado por indígenas em Mato Grosso do Sul. O músico chegou nesta manhã e deve, inclusive, passar o Natal aqui no Estado. Os planos são de ir embora apenas no dia 27. 

Conforme o campo-grandense Danilo Nuha, produtor musical do cantor, Milton já acompanha a situação de 'guerra' em que vivem os índios sul-mato-grossenses e veio a Campo Grande em solidariedade e para oferecer ajuda. 

"Ele veio para tentar contato com os índios guarani. Ele é batizado pela etnia e sabe da situação em meio a guerra com fazendeiros. Ele vai ver como pode estar ajudando e por isso veio como um observador mesmo", explica.

Não há shows previstos. Milton está na casa do produtor e ainda não definiu qual comunidade vai visitar. A maior parte dos guarani vivem na região sul, local de conflitos constantes na luta pela demarcação de terras tradicionais.

Milton foi batizado com um nome indígena no evento "Show Cultura e Direitos Humanos dos Povos Guarani" que aconteceu em 2010, na Praça do Rádio Clube. Cerca de 37 nhanderus (lideranças rezadoras) deram a ele o nome "Ava Nheyeyru Iyi Yvy Renhoi", que em português significa "Semente da Terra". O nome é dado a partir da percepção que os nhanderus têm da pessoa.

No dia, foram mais de 300 indígenas, artistas e convidados. A época também esteve presente o cantor estadosunidense Jason Mraz e a atriz Danielle Suzuki, convidados por Milton para reforçar o apoio aos índios.

A produção do cantor afirma que até o momento, Milton não fez nenhuma visita e o único contato com índios, foi por telefone. "São muitas lideranças e estamos fazendo uma pesquisa para saber como chegar de uma melhor forma nessa conversa", diz.

O cantor passou antes pelo Mato Grosso e ao chegar por aqui publicou em seu perfil no Instagram, uma fotografia, mostrando que já está em Campo Grande. 

Curta o Lado B no Facebook.

A publicação feita em seu perfil no Instagram,  mostra que o cantor já está em Campo Grande. (Foto: reprodução Instagram)
A publicação feita em seu perfil no Instagram, mostra que o cantor já está em Campo Grande. (Foto: reprodução Instagram)
Nos siga no Google Notícias