A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

26/07/2019 08:10

Neta faz tatuagem do grande amor da avó, uma saudade que completa 45 anos

Fotografia preferida da família e de dona Isolina agora foi parar nos braços da neta Sofia.

Thailla Torres
Isolina e a neta Sofia. (Foto: Arquivo Pessoal)Isolina e a neta Sofia. (Foto: Arquivo Pessoal)

Nos primeiros anos de casamento, Isolina Rocha tirou uma foto ao lado do marido na varanda de casa para que o amor dos dois ficasse eternamente na história da família. Anos depois ele partiu e o retrato foi carinhosamente guardado como lembrança pela esposa e os netos. Hoje, a foto foi eternizada como tatuagem na pele da neta, a médica Sofia Rocha, de 24 anos, que deixou a família emocionada com a surpresa.

Sofia não conheceu o avô, que tirou a própria vida há 45 anos. Mas conta que, embora a avó tenha vivido um longo de tempo de saudade e tristeza, a morte não apagou o amor que ainda vive em dona Isolina, por isso, quis tatuar a foto preferida. “Sempre fui apaixonado pela foto antiga dos dois”, diz. “Inclusive, várias pessoas da família tem uma cópia e eu peguei uma do varal de fotos da minha prima para reproduzir”.

Ambos de família gaúcha, o casal se conheceu na infância. (Foto: Arquivo Pessoal)Ambos de família gaúcha, o casal se conheceu na infância. (Foto: Arquivo Pessoal)

Mas antes de marcar a sessão com o tatuador campo-grandense Kallel Henrique, Sofia encontrou outra foto de Isolina que também virou tatuagem. “Minhas tias começaram a mostrar outras fotografias e encontrei uma linda da minha avó. Foi quando levei ao tatuador e ele sugeriu reproduzir as duas fotografias”.

O momento mais emocionante foi a “entrega” do presente. Sofia disse a Isolina que decidiu homenageá-la e, em seguida, mostrou a tatuagem. Sorridente, a avó não só demonstrou emoção como fez questão de beijar o grande amor que agora está nos braços da neta. “Eu amei, meu marido é falecido há tanto tempo e aquela foto foi de um momento especial nosso, na sacadinha do nosso sobrado em Corumbá”, conta Isolina.

A importância que a neta deu a história do avô, sem ao menos tê-lo conhecido, fez Isolina voltar ao passado. “Eu fico muito feliz de saber do amor dela por ele. Ele sempre vai ser o meu grande amor. Na próxima reencarnação, se eu pudesse fazer um pedido seria conhecer ele de novo”.

Ambos de família gaúcha, o casal se conheceu na infância, na zona rural. “Depois veio o namoro, o casamento e quase 30 anos de casados”.

Isolina lembra com amor dos momentos de carinho do marido. “Eu e ele trabalhávamos, mas quando eu chegava a casa, ia direto para o colo dele. Foram anos bem vividos”.

Ao ouvir as palavras da avó, Sofia não tem dúvidas de que fez uma boa escolha. “Infelizmente eu não tive o prazer de conhecer o meu avô, mas sei o quanto ele ainda é especial para minha avó e toda família. Foi muito emocionante ver o carinho dela com a tatuagem”, diz a neta que há alguns anos também tatuou a assinatura de Isolina.

Assista o vídeo do momento em que Isolina descobre a tatuagem da neta.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.