ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 19º

Comportamento

Aos 10 anos, Gabi é a dona da Kombi rosa que virou ‘casa’ da família

O veículo serve de casa em viagens e passeios da família, além de ser utilizado em projeto solidário

Por Idaicy Solano | 08/07/2024 11:46
Gabi é dona de Kombi toda cor de rosa que chama atenção por onde passa (Foto: Arquivo Pessoal)
Gabi é dona de Kombi toda cor de rosa que chama atenção por onde passa (Foto: Arquivo Pessoal)

Dos os utensílios de cozinha até a roupa da cachorrinha que viaja dentro do veículo, quase tudo é cor de rosa na Kombi da Gabi, que tem apenas 10 anos e já é dona carro que também é "casa" da família em passeios e viagens.

Por conta da idade, ela ainda não dirige, mas a vida segue divertida na companhia da mãe, Adriana Ferreira Pedroso, de 41 anos, do pai, Laureci Rincos, 51, e o irmão mais velho, Gabriel, 20, que aproveitam o espaço da Kombi para viajar e garantir solidariedade por aí.

Além dos passeios, a família aproveita a Kombi para fazer o bem, arrecadando e transportando tampinhas que são vendidas para a reciclagem, com o lucro revertido aos pacientes oncológicos do Hospital do Câncer de Dourados, cidade onde a família mora.

O veículo levou mais de um ano para ficar pronto para rodar, e sempre que param em algum lugar, seja para abastecer, para passar uns dias ou em encontros de Kombis, todo mundo quer conversar com a família e conhecer o veículo.

A família continua investindo em melhorias e adaptações, e, segundo Adriana, ela parou de contabilizar os gastos quando o investimento chegou aos R$ 150 mil. A Kombi é adaptada para suprir todas as necessidades da família, além de possuir reservatório próprio de água.

O veículo é equipado com uma cama gigante, um pequeno guarda-roupas, armários, baú, utensílios de cozinha, fogão elétrico, geladeira e um banheiro. O veículo é utilizado tanto para passeios quanto para viagens. Eles já foram para o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Rio de Janeiro com a Kombi.

“É um projeto para nossa família, então valeu e vale a pena, porque para nós é investimento, não gasto. Nós viajamos, passeamos e podemos curtir bastante com a Kombi. Nós dormimos muito nos postos de gasolina quando estamos viajando, então é muito gostoso, além de economizar com hotel”, relata Adriana.

Família inteira viaja juntos em veículo adaptado para suprir todas as necessidades (Foto: Arquivo Pessoal)
Família inteira viaja juntos em veículo adaptado para suprir todas as necessidades (Foto: Arquivo Pessoal)
Interior do veículo, com a mascotinha Meg no banco da frente (Foto: Arquivo Pessoal)
Interior do veículo, com a mascotinha Meg no banco da frente (Foto: Arquivo Pessoal)
Vários detalhes no interior do veículo também são cor de rosa (Foto: Arquivo Pessoal)
Vários detalhes no interior do veículo também são cor de rosa (Foto: Arquivo Pessoal)

Adriana conta que a Kombi já faz parte de sua família há várias gerações. Ela e o marido já tinham tido outro modelo há vários anos, quando trabalhavam com decorações de festa. Foi então que a filha, Gabi, aos sete anos de idade, disse que era a única que nunca tinha tido uma Kombi e que queria uma.

O pedido foi o suficiente para despertar na família o desejo de investir no veículo. Adriana e o marido começaram a pesquisar sobre motorhomes e Kombi campers. Uma semana depois, encontraram uma boa oferta do veículo pelas redes sociais, compraram-no e começaram a reformá-lo do zero.

A ideia de pintar tudo de rosa surgiu através de uma brincadeira. Adriana conta que o marido é muito branco e, quando ri, fica com o rosto rosado. Por isso, o funileiro, amigo dele, brincou que deveriam pintar a Kombi de rosa. “Meu marido, através dessa brincadeira, gostou. Chegou aqui em casa, falou para a Gabi, e é lógico que ela amou. Então, pintamos a Kombi de cor-de-rosa”, conta Adriana.

Juntos, já viajaram para diversos lugares na kombi (Foto: Arquivo Pessoal)
Juntos, já viajaram para diversos lugares na kombi (Foto: Arquivo Pessoal)
Registro da família em Gramado (Foto: Arquivo Pessoal)
Registro da família em Gramado (Foto: Arquivo Pessoal)
Adriana e Laureci, com a kombi rosa estacionada logo atrás (Foto: Arquivo Pessoal)
Adriana e Laureci, com a kombi rosa estacionada logo atrás (Foto: Arquivo Pessoal)

Meg, a mascotinha

A família, principalmente Gabi, também é apaixonada por pets e levanta a bandeira da conscientização, sendo deliberadamente contra os maus-tratos aos animais. Atualmente, eles têm três gatos e dois cachorros, mas apenas Meg, que virou a mascote da Kombi Rosa da Gabi, viaja com a turma.

A mascote também tem a vestimenta toda trabalhada em rosa, para combinar com a estética do veículo. Além de ser o xodó da família, é bastante apegada à Gabi. Adriana relata que, quando a filha precisa ir para a escola, a mascote fica “toda dengosa”.

“Em todos os lugares, nós procuramos levá-la. Quando a Gabi vai para a escola, ela já fica até meio manhosa, chorando. Nós temos muito amor pelos pets. Eles não são animaizinhos, são parte da nossa família, nossa terapia diária, como eu costumo falar.

Tampinhas do amor 

Assim que a pandemia acabou, a família tomou a iniciativa de criar um projeto, junto com o Hospital do Câncer, que recolhe tampinhas e as vende para a reciclagem. O dinheiro arrecadado com a venda do material é destinado aos pacientes oncológicos que não têm boas condições financeiras e muitas vezes precisam de um dinheiro extra para comprar alguma coisa.

Como são professores, Adriana e o marido decidiram levar o projeto também para as escolas onde trabalham, onde os alunos acabam se envolvendo bastante com a iniciativa, conforme detalha Adriana. Outro ponto importante é que o projeto também ajuda a preservar o meio ambiente, e todo o material recolhido é transportado pela Kombi.

“Os alunos têm essa conscientização, porque além de estar ajudando o meio ambiente, nós abraçamos mais ainda a bandeira de ajudar as pessoas que fazem tratamento oncológico aqui na nossa cidade.”

Além dos pontos de coleta nas escolas, a família também arrecada tampinhas em encontros de carros antigos e de Kombis. Adriana diz que muitos já conhecem o projeto, então costumam levar sacos e caixas de tampinhas para eles. A família arrecada todo tipo de tampa, desde garrafas de água até desodorantes.

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
Nos siga no Google Notícias