A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Julho de 2018

19/03/2018 15:51

Aos 100 anos, seu Heitor perdeu Morena, sua "cãopanheira" de uma década

Thailla Torres
Morena (no colo), está desaparecida e família pede ajuda para encontrá-la. (Foto: Arquivo Pessoal)Morena (no colo), está desaparecida e família pede ajuda para encontrá-la. (Foto: Arquivo Pessoal)

Seu Heitor está desde ontem sem notícias de Morena, a vira-lata que é sua melhor amiga há 11 anos, desde que a esposa dele partiu, em 2007. Ela está desaparecida e a família busca ajuda para que o animal volte para a casa, antes que o mais interessado perceba o sumiço.

Heitor Gomes Chaves tem 100 anos de vida e já vem dando sinais de esquecimento por conta da idade. Mas não há memória que falhe toda vez que Morena está por perto, conta a família. "É a paixão da vida dele. Às vezes se esquece de alguma coisa, mas quando vê a Morena nos pés, na hora ele entende que está em casa", diz a veterinária Márcia Chaves, neta de Heitor.

Morena despareceu na tarde de domingo, por volta das 14h, enquanto uma das filhas guardava as compras que estava no carro. "Por enquanto meu avô não sabe que ela está perdida, contamos apenas que ela precisou ir para a clínica veterinária, porque seria um dor imensa descobrir que a Morena sumiu", completa a neta.

A cadela que tem o pelo marrom, está com uma coleira contra leishmaniose e tosada. Ela aproveitou a distração de um portão aberto e desapareceu na rua Mendes Sá, na região do Coophasul, em Campo Grande.

"Ela está perdida, porque nunca foi de sair de casa. Então sei que ela não teria como voltar sozinha. Mas estava muito acostumada a ficar perto do meu avô, onde ele estava na casa, ela deitava com a cabecinha no seu pé".

Morena chegou na casa da família em 2007 depois que Márcia a deu de presente para o avô. Antes disso, havia uma resistência a presença de animais, porque a esposa de Heitor gostava de manter a casa limpa e não queria ter cachorros.

Após 60 anos de casamento, Heitor viu a esposa partir e Morena foi o alento que chegou de surpresa. "Foi uma felicidade na vida dele e da nossa".

Depois do falecimento da esposa, Heitor passou momentos difíceis com a saúde fragilizada, mas até os médicos sabem do poder que Morena exerce na vida do dono. "No hospital, os médicos liberavam ele quando começava a chamar pela Morena".

As buscas começaram ontem à noite, mas até agora nem sinal da vira-lata. Márcia tem ido de porta em porta e compartilhado anúncios por redes sociais. A neta reforça Morena é dócil e quem tiver notícias, pode entrar em contato pelo telefone (67) 99203-3715.

Onde ela está, Morena fica ao lado, dentro de casa. (Foto: Arquivo Pessoal)Onde ela está, Morena fica ao lado, dentro de casa. (Foto: Arquivo Pessoal)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.