ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 33º

Comportamento

Aos 27 anos, Merineuza se divide entre o mundo drag e os games

A artista e produtora cultural está levando seu bom humor para YouTube num canal de gameplay e outros assuntos

Por Lucas Mamédio | 06/10/2020 08:00
Confira a Galeria de Imagens:
Merineuza se montou pela primeira vez em 2015 (Foto: Arquivo Pessoal)
Merineuza se montou pela primeira vez em 2015 (Foto: Arquivo Pessoal)

Drag Queen, Youtuber, lê bula e ainda horóscopo. É com essa série de habilidades e características que Merineuza Joana se apresenta. Aos 27 anos de idade e cursando artes visuais na UFMS, Merineuza faz de seu corpo uma tela em branco onde brinca com as possibilidades que o “mundo drag” proporciona.

2015 foi um ano de disrupção e mudança completa na vida de Merineuza. Ela cursava relações internacionais da Unesp de Marília, quando durante uma oficina que falava sobre corpos e seus construtos, resolveu se montar pela primeira vez.

Merineuza tem vários projetos audiovisuais em Campo Grande (Foto: Arquivo Pessoal)
Merineuza tem vários projetos audiovisuais em Campo Grande (Foto: Arquivo Pessoal)

“A partir daí eu fui pegando gosto, mas eu não entendia nada, nada. As primeiras vezes que eu passei maquiagem na cara, nossa, foi sofrido, mas eu me achava linda e era o que estava importando”.

Foi também nesse momento que Merineuza percebeu que estava no curso errado. “Escolhi RI naquela pressão do ensino médio, nem sabia as matérias da grade. Depois que deixei o curso, fui pra Dourados cursar artes cênicas e por fim vim para Campo Grande Fazer artes visuais”.

Merineuza, que leva o bom humor em todas as mil coisas que faz, tem um canal no YouTube de gameplay e outras mundanidades chamado Chá das 4i20. O canal é um plataforma para a artista lançar suas produções audiovisuais como um todo.

Merineuza e conhecida por seu bom humor e criatividade (Foto: Arquivo Pessoal)
Merineuza e conhecida por seu bom humor e criatividade (Foto: Arquivo Pessoal)

“Eu pretendo fazer os vídeos com essa pegada mais gamer, porque tenho jogado muito League of Legends aí exploro essas situações mais engraçadas de jogos”.

Merineuza brinca que apesar de se descrever com várias características de alguém mística, como a questão do horóscopo, por exemplo, tende a ser mais pragmática e científica.

“Só pra ter uma ideia, o caminho para eu me tornar drag foi fazer uma faculdade público. E eu acho que meu caminho como artista é pensar que mundo é esse que a gente vive e o que posso fazer pra mudá-lo”.

A drag também é criadora, junto de outros colegas, do projeto “Corrida das Drags” que hoje está em sua 6ª edição e mais recentemente foi realizada online por conta da pandemia.

Outro projeto audiovisual de Merineuza foi o “Xayna e as Draguerreiras”, que é a história de três drags super heroínas que vivem numa paródia de Campo Grande.

“Esses dois projetos consolidaram meu trabalho, não só como drag queen mas também como produtora cultural aqui na cidade.

Para acompanhar mais do trabalho de Merineuza, você pode acessar a página dela no Instagram ou o canal no YouTube.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Assista abaixo um dos vídeos de gameplay de Merineuza:


Nos siga no Google Notícias