ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  03    CAMPO GRANDE 26º

Comportamento

Casal cria motorhome adaptado em picape de luxo e descobre o Brasil

Os paranaenses Bruno e Nayra reformaram o carro só para conhecer o Brasil mês a mês; no momento, estão em MS

Por Raul Delvizio | 13/03/2021 09:34
Registro do casal na viagem oficial com a nova motorhome (Foto: Arquivo Pessoal)
Registro do casal na viagem oficial com a nova motorhome (Foto: Arquivo Pessoal)

Cada vez mais na pandemia, viajar sozinho ou a dois virou um passatempo no intuito de curtir uma aventura longe da covid. Porém, para o casal paranaense Bruno Carminati e Nayra Lucheli, ambos empresários de 28 anos, não bastou comprar uma picape de luxo (Volkswagen Amarok V6 3.0) mas adaptá-la com um motorhome inusitado, mas que sempre sonharam. Descobrindo o Brasil, eles não vivem na estrada, mas mensalmente colocam o pezinho nela.

"Tudo começou em 2018. Na época, tínhamos uma outra Amarok na cor branca e, graças às pesquisas que o Bruno fez, acabamos por encontrar um 'camper', um veículo recreativo parecido com o motorhome, porém se encaixado na carroceria da camionete. Compramos um usado e amamos ele do início ao fim, quando fizemos nossa primeira aventura para Ilhabela, litoral de São Paulo", explica Nayra.

Amarok branca já adaptada foi a primeira "versão" de veículo recreativo (Foto: Arquivo Pessoal)
Amarok branca já adaptada foi a primeira "versão" de veículo recreativo (Foto: Arquivo Pessoal)
Depois da branca, veio o mesmo modelo só que na cor preta (Foto: Arquivo Pessoal)
Depois da branca, veio o mesmo modelo só que na cor preta (Foto: Arquivo Pessoal)
Agora, o cinza chumbo é a cor "oficial" da residência móvel (Foto: Arquivo Pessoal)
Agora, o cinza chumbo é a cor "oficial" da residência móvel (Foto: Arquivo Pessoal)

Por mais que gostassem de ter a camper original, ela não era prática em termos de uso contínuo à picape, principalmente pelo alto gasto de combustível devido a exigência do motor. Assim sendo, trocaram de plano e descobriram o que realmente queriam fazer: adaptar.

"No finalzinho de 2018, em uma viagem aconchegante, com friozinho, chuva e muita conversa entre nós dois na cidade de São Joaquim, em Santa Catarina, tivemos a ideia de transformar o comper direto no chassi da camionete. Foi o maior conforto e praticidade, isso sem abrir mão do nosso modelo de camionete, que conta com um motor potente e câmbio automático, permitindo uma viagem mais tranquila. Deu pra perceber que super nos adaptamos, não é?", brinca.

Picape de luxo virou transporte adaptado de casal paranaense (Foto: Arquivo Pessoal)
Picape de luxo virou transporte adaptado de casal paranaense (Foto: Arquivo Pessoal)
Interior do veículo; confira o vídeo completo no final da reportagem (Foto: Arquivo Pessoal)
Interior do veículo; confira o vídeo completo no final da reportagem (Foto: Arquivo Pessoal)
Seja no espaço de dentro ou ao ar livre, os dois vivem muito bem juntos (Foto: Arquivo Pessoal)
Seja no espaço de dentro ou ao ar livre, os dois vivem muito bem juntos (Foto: Arquivo Pessoal)

Nessa mesma época, trocaram a Amarok branca pela pretinha atual. Os dois preferem não entrar no mérito dos valores gastos e de como foi a adaptação foi feita. Para isso, basta dizer que só o valor do veículo daquele ano saía por quase cinco vezes o preço de um carro popular – isso sem embutir o preço da compra do camper e da mão de obra.

Porém, para os dois, planejamento e esforço que renderam. "Enquanto casal jovem e sem filhos, nossos planos são simplesmente viver a vida ao máximo, conhecer lugares incríveis e nos conectar com a natureza e com Deus em todos os momentos, juntos", confirmam.

"Geralmente, viajamos mensalmente a cada 30 ou 40 dias e fazemos uma viagem de no máximo 2 semanas. Entretanto, já estamos contando para que no mês de abril façamos uma viagem maior, de 20 dias na estrada. Mas isso é apenas hobby, vontade de dar uma curtida. Não temos nenhum interesse de sermos nômades, termos a estrada como nossa moradia", afirma Bruno.

O interesse dos dois é apenas curtir o momento, mas sem morar na estrada (Foto: Arquivo Pessoal)
O interesse dos dois é apenas curtir o momento, mas sem morar na estrada (Foto: Arquivo Pessoal)
Na pandemia, casal afirma que a ideia veio na hora certa (Foto: Arquivo Pessoal)
Na pandemia, casal afirma que a ideia veio na hora certa (Foto: Arquivo Pessoal)

Por enquanto, os dois já conheceram vários destinos do Brasil. No pós-pandemia, o que mais querem e até conhecer outros países, mas preferem esperar pela segurança da vacina.

"Vamos combinar que esse Brasil é lindo demais, Mato Grosso do Sul então nem se fala. Conhecemos a região em 2016 quando ainda viajávamos de carro e ficávamos em hotéis. Tudo encantador!", opina Nayra.

"No momento, estamos visitando essa capital incrível que é Campo Grande. Cidade muito bonita, organizada, pessoas muito acolhedoras. Estamos nos sentindo muito bem, fizemos muitas amizades no caminho", diz Bruno.

Pelo visto, nem o tamanho de um motorhome importa quando se está junto. "Nosso amor cresce a cada dia, somos muito parceiros um do outro e estamos dispostos a todas as aventuras. E uma dica do casal aqui: aproveite cada segundo como se fosse o último de sua vida. Pra valer a pena basta o hoje", finalizam.

Acompanhe os dois nas viagem pelo perfil no Instagram.
Abaixo, veja o o vídeo do interior da motorhome adaptada.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário