A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

19/09/2017 08:10

Da prima assassinada pelo ex, ficou tatuagem para lembrar de segredos trocados

Tatuagem foi feita há um ano no braço direito de Lizandra para se lembrar da prima Anauane que foi assassinada há 10 anos

Lucas Arruda
No braço, os dedinhos entrelaçados para lembrar da infância. (Foto: Marina Pacheco)No braço, os dedinhos entrelaçados para lembrar da infância. (Foto: Marina Pacheco)

“Você sempre estará comigo”. Essa foi a frase que a estudante Lizandra Bortoli tatuou no braço para nunca esquecer da prima que foi sua melhor amiga na infância e, além disso, se tornou uma confidente na adolescência.

A prima Anauanny era carinhosamente chamada de Nau pela família. Mais uma vítima do feminicídio, foi assassinada pelo marido por estrangulamento, num crime brutal, há 10 anos. Ela deixou um filho e a indignação. Ele só foi preso no mês passado, depois de ficar foragido todo esse tempo. Quem amava Nau, nunca se recuperou.

A tragédia foi difícil de ser digerida, mas serviu como mais um motivo para a estudante querer lembrar de Nau, até como inspiração em dias tão sombrios para as mulheres. “Nos conhecemos quando crianças, éramos muito apegadas. Ela era muito legal, gostava de curtir a vida, bastante determinada. Eu me espelhava muito nela, é assim que me lembro dela”, afirma Lizandra.

As duas eram bastante apegadas desde criança.As duas eram bastante apegadas desde criança.

Acompanhada da frase tatuada no braço direito está o desenho de duas mãos com os dedos mindinhos entrelaçados, simbolizando a promessa que muitas crianças e adolescentes fazem por aí.

“Eu tinha 15 anos quando fizemos a promessa. Foi para eternizar um momento muito bonito que tivemos quando éramos adolescentes. Estávamos conversando e ela me pediu para contar um segredo, coisa boba de adolescente, como quem beijou quem. Fiquei com vergonha e disse que não ia contar porque estava com vergonha, aí ela fez a promessa comigo dizendo que não ia contar pra ninguém pra ninguém. Foi algo simples que me marcou profundamente, por isso decidi fazer a tatuagem com esse desenho”, explica Lizandra.

A tatuagem foi feita há um ano atrás e a marca foi bem vista até pela mãe de Lizandra, que não é muito fã das pinturas corporais. “Ela dizia que nunca ia gostar, então logo que fiz mandei no grupo da família, foi unanimidade, todos gostaram, só falaram bem, afinal é uma boa homenagem”, avalia.

A frase também tem um significado especial. Lizandra acredita que a prima está em todos os momentos com ela, em seu coração e ainda espera se encontrar com Nau para trocar confidências. “Troco segredos com minha mãe, outras primas e algumas amigas. Mas tem coisas que guardo pra mim, acho que só contaria pra ela. Sei que ainda vamos nos ver em algum lugar, já tenho, pelo menos 10 anos de segredos para trocarmos”, reflete.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Detalhe da tatuagem no braço de Lizandra. (Foto: Marina Pacheco)Detalhe da tatuagem no braço de Lizandra. (Foto: Marina Pacheco)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.