ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SÁBADO  04    CAMPO GRANDE 25º

Comportamento

Depois dos homens, #exposed da vez revela patrões abusivos da Capital

Em menos de duas horas, inúmeras publicações narram situações de abusos cometidos por chefes

Por Thailla Torres | 21/10/2021 12:45
Publicitário iniciou movimento em Campo Grande nesta quinta-feira. (Foto: Reprodução Twitter)
Publicitário iniciou movimento em Campo Grande nesta quinta-feira. (Foto: Reprodução Twitter)

Em 2020, o #exposed ganhou as redes sociais com milhares de relatos, chocantes, de assédio sexual e estupro contra mulheres de todas as idades. A hashtag ficou em evidência no Twitter durante dias e algum casos chegaram às delegacias especializadas.

Agora, a exposição da vez convida internautas a falarem sobre "chefes abusivos". Na Capital, sem nenhuma organização, quem publicou o primeiro tweet foi o publicitário Pedro Santos. A postagem feita na manhã de hoje (21) já reúne muitos outros relatos que chocam.

“Meu intuito era que tivesse um bom alcance. Recebi um relato de uma amiga em que sofreu abuso sexual dentro de uma agência de publicidade de Campo Grande nova aqui, fiquei indignado com a atitude”, contou Pedro ao Lado B.

Sobre os patrões, não faltam histórico de abusos nos relatos. Uma das seguidoras contou que em seu último estágio, tinha um homem que sempre “passava se esfregando” e nem os colegas tirando sarro de “tarado” o intimidavam.

Outro contou que um chefe em Campo Grande apontou arma para morador de rua durante uma viagem a serviço “enquanto ouvia música gospel”.

“Tive um que me convidou para almoçar no apê dele para conversar sobre ideias e o cara me recebeu sem cueca, de samba canção e uma pistola na mão. Daí ele ficava brincando com os projéteis ilegais que ele traz do Paraguai e validando em quem ele atiraria”, revelou outro seguidor do Twitter.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

Vale destacar que, apesar do movimento nas redes sociais, em casos de crimes, denúncias devem ser feitas à Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, não basta só falar publicamente.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário