ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 33º

Comportamento

Drag queen "monstruosa" deixa interior de MS e vira sucesso em SP

Lucas nasceu em Eldorado, teve a infância em Itaquiraí e a adolescência em Naviraí. Agora, é a drag "bafônica" da Terra da Garoa

Por Lucas Mamédio | 31/10/2020 07:10
Confira a Galeria de Imagens:
Lucas depois de fazer um tutorial para se montar (Foto: Reprodução/Instagram)
Lucas depois de fazer um tutorial para se montar (Foto: Reprodução/Instagram)

Uma drag queen, ou melhor, uma drag queer, nascida em Mato Grosso do Sul, começa a fazer barulho em São Paulo, onde tudo acontece. Estamos falando de Kira, a artista criada a partir do talento de Lucas Schneider, de 22 anos.

Lucas saiu dos confins de MS, tendo nascido em Eldorado, passado a infância em Itaquiraí, adolescência em Naviraí e parte da vida adulta em Dourados.

Kira está fazendo aniversário, isso porque Lucas se montou pela primeira vez há três anos, também no dia de Halloween, comemorado hoje (31). “Eu já era imerso nesse universo da drag, tinha muitos amigos drags, mas não sentia que era pra mim”.

Lucas diz que gosta de um aspecto mais "freak" (Foto: Reprodução/Instagram)
Lucas diz que gosta de um aspecto mais "freak" (Foto: Reprodução/Instagram)

O que encorajou Lucas foi a descoberta de estilo diferenciado de drags. “Daí em 2017 eu comecei a assistir 'The Boulet Brothers Dragula', um reality com drags mais diferentes, mais freaks, artísticas, eu gostava mais de coisas mais monstruosas e etéreas, misteriosas, formas não humanas”.

O começo para Lucas foi difícil, primeiro pela falta de referência, depois pela dificuldade no acesso aos produtos. “Eu comecei a me montar comprando coisa no Paraguai, tipo comprando o básico pra ir aprendendo e treinando, mas a primeira vez que me montei de fato foi com um amigo que já era drag e que montou inteira pra eu ficar bonita! (risos)".

Depois da primeira montagem, Kira foi nascendo. “O mais importante é que fui me jogando, eu treinava maquiagem todos os dias, porque eu morava em Dourados e lá não tinha muito o que fazer, eu só explorava o universo drag por fotos e dentro da minha casa”.

Lucas diz que aprendeu tudo basicamente vendo vídeos na internet (Foto: Reprodução/Instagram)
Lucas diz que aprendeu tudo basicamente vendo vídeos na internet (Foto: Reprodução/Instagram)

Kira, aliás, é uma referência oriental que Lucas trouxe pra seu alter ego drag queen.  “Eu sabia que eu queria um nome só pra drag, sem sobrenome no caso, a principal referência foi de um aplicativo de fotos que chama kira-kira que deixa tudo muito brilhoso, radiante etc. A segunda referência foi de 'Death Note' que é um anime que virou filme, e o vilão se chama Kira, que significa assassino em japonês”.

Acadêmico de Publicidade e Propaganda, Lucas resolveu transferir sua faculdade para São Paulo e aliar os estudos com a tentativa de levar o nome de Kira mais longe.

“Foi assustador (mudar para SP) ao mesmo tempo que foi animador, por viver num mar de possibilidades, de muitas portas abertas, era tudo muito novo e foi muito melhor do que eu esperava o processo de eu conhecer gente do meu ramo, a valorização do meu trabalho, quanto a ter publico, a ter palco, aconteceram muitas coisa que eu nem consegui processas muito”.

Lucas também gosta de traços mais fantasiosos (Foto: Reprodução/Instagram)
Lucas também gosta de traços mais fantasiosos (Foto: Reprodução/Instagram)

Kira está com quase cinco mil seguidores no Instagram e usa a rede social para mostrar seu trabalho e ainda cria tutorial em vídeo para ajudar outras drags que estão iniciando universo drag.

“Quando eu penso em trabalhar sem o ardor de trabalhar, eu penso isso, em trabalhar com maquiagem, com drag, com próteses. Eu aprendi tudo que faço de maquiagem, costura, modelação de látex, tudo pela internet, vendo vídeos, e vejo que posso ajudar outras pessoas também”.

Não deixe de conferir o perfil de Kira no Instagram.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias