ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  24    CAMPO GRANDE 28º

Comportamento

Gabriel empina a moto, faz acrobacia e posta pra todo mundo ver

Aos 23 anos, rapaz é figurinha carimbada pelas manobras irresponsáveis de rua e que faz questão de compartilhar nas redes sociais

Por Raul Delvizio | 24/11/2020 08:48
"Gabriel da Injetada" usa a moto vermelhinha de 150 cilindradas para fazer ilegalidades (Foto: Arquivo Pessoal)
"Gabriel da Injetada" usa a moto vermelhinha de 150 cilindradas para fazer ilegalidades (Foto: Arquivo Pessoal)

Sem medo de ser pego ou levar um baita tombo e se ralar todo, Gabriel empina a moto, quase arrasta no chão e até fica de pé. Nas redes sociais, ele posta manobras em uma moto Honda de 150 cilindradas – seja enquanto o motoboy de carreira ou o "profissa” das  erguidas a quase 90 graus.

É bom avisar aos desavisados: empinar motocicleta em qualquer pista, estrada ou via é crime. Para o Código de Trânsito Brasileiro, a infração é classificada como gravíssima e ainda gera uma multa de R$ 293,47, com o risco de ter o veículo apreendido se for pego em flagrante. Gabriel faz isso na "tranquilidade", isso em um dos estados do país que mais tem vítimas de acidente de trânsito.

Eu tô ligado que o ‘bagulho’ é proibidaço, até já tomei multa e me ferrei por causa disso. Mas é o que eu realmente gosto”, admite.

"Vermelhinha" é sua fiel escudeira (Foto: Arquivo Pessoal)
"Vermelhinha" é sua fiel escudeira (Foto: Arquivo Pessoal)
No seu perfil do Instagram, Gabriel faz vídeos, posta fotos e compartilhar Stories "criminais" (Foto: Reprodução/Instagram)
No seu perfil do Instagram, Gabriel faz vídeos, posta fotos e compartilhar Stories "criminais" (Foto: Reprodução/Instagram)

Gabriel garante que faz isso em local que ele diz ser "apropriado", como na periferia ou em estradas de terra no município onde mora, no interior de MS. Lá, ele é conhecido nas "quebradas" pelo apelido de "Gabriel da Injetada".

Antes disso, quando pequeno, o rapaz já subia numa bicicleta e a empinava. Bastou apenas seis meses após completar 18 anos para tirar sua habilitação e comprar sua primeira moto. Um ano depois, já participava dos "rolezinhos".

"Costumava dar um 'grau' nas ‘quebradas’, fazendo ‘mó’ graça. Com minha fiel escudeira, a 'vermelinha', fiquei conhecido pelo meu apelido. Acompanhava na internet o pessoal de São Paulo que também 'metia o louco', e foi aí que resolvi criar um perfil no Instagram pra mim e também divulgar vídeos no YouTube. Até então não mexia com rede social, mas o 'bagulho' foi dando certo", comenta.

Gabriel garante: já levou muito tombo nessa vida até aprender o "jeito certo" pras manobras irresponsáveis (Foto: Arquivo Pessoal)
Gabriel garante: já levou muito tombo nessa vida até aprender o "jeito certo" pras manobras irresponsáveis (Foto: Arquivo Pessoal)
Para ele, empinar dá uma adrenalida "da hora" (Foto: Arquivo Pessoal)
Para ele, empinar dá uma adrenalida "da hora" (Foto: Arquivo Pessoal)

Gabriel afirma que sempre curtiu a adrenalina da moto. Mesmo com as peripécias ilegais que ele faz questão de compartilhar na web, ele se considera um "moleque sonhador". Por trás da cara de "marrento" – que ele desmente, diz ter um ‘jeitinho’ manso – e as infrações em cima do veículo, esconde o "pai de família".

“Não sou tudo o que as pessoas me veem no vídeo, tá ligado? Tenho responsabilidade com meu fillho. Posso me divertir e mostrar minhas ‘farras’, mas cuido dele e da minha mulher, trabalho e pago minhas contas”, declara.

Cara de "marrento", que ele garante ter coração dócil (Foto: Arquivo Pessoal)
Cara de "marrento", que ele garante ter coração dócil (Foto: Arquivo Pessoal)

Gabriel já foi assistente em oficina mecânica, funcionário de fábrica de emplacamento e atualmente atua como motoboy. Chamando a atenção com os vídeos das acrobacias, resolveu investir na venda de peças automobilísticas, faturando assim uma graninha extra.

“A ideia do ‘grau’ é mais pelo momento, porque eu gosto mesmo, faz sucesso. Juntei o útil ao agradável, já gosto de moto mesmo, tenho o perfil das empinadas e comercializo minhas peças. Mas tenho essa vontade de empreender cada vez mais, e assim vamos indo", finaliza.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Gabriel "brinca" em estrada de terra com a motoca (Foto: Arquivo Pessoal)
Gabriel "brinca" em estrada de terra com a motoca (Foto: Arquivo Pessoal)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário