ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
DEZEMBRO, SEGUNDA  04    CAMPO GRANDE 22º

Comportamento

Irmãs transformam casa em oficina de bonecas para criançada sorrir

De roupinhas até ajustes em buracos, o trio fez de tudo para dar nova vida a 80 bonecas

Por Aletheya Alves | 21/11/2023 07:12
A casa de uma delas foi transformada em uma espécie de oficina para os brinquedos e até roupinhas novas
A casa de uma delas foi transformada em uma espécie de oficina para os brinquedos e até roupinhas novas

No final de outubro, três irmãs aceitaram a missão de dar uma nova vida para 80 bonecas que, de formas variadas, apresentavam defeitos. Desde então, a casa de uma delas foi transformada em uma espécie de oficina para os brinquedos e até roupinhas novas foram produzidas por ali.

Explicando sobre a ideia, Madalena Rios Ossuna conta que uma de suas irmãs, Lucinéia, é diretora de uma Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) no bairro Santo Eugênio. Lá, recebeu os brinquedos como doação, mas todos precisavam passar por reformas.

Apesar de Madalena não ser costureira, a irmã sabia que ela tinha algumas técnicas para ajustar as próprias roupas e decidiu pedir ajuda. “Ela perguntou se eu não conseguia fazer as roupinhas, se eu aceitava a missão. Foi aí que minha outra irmã, a Norma, disse que me ajudaria lavando as bonecas, arrumando o cabelo”.

“Eu falei que poderia tentar, mesmo não sendo costureira. Outro detalhe é que faço tratamento para depressão e pensei que essa seria uma boa forma de me ocupar e me animar”, diz Madalena.

Madalena ficou responsável por criar roupas para os brinquedos. (Foto: Arquivo Pessoal)
Madalena ficou responsável por criar roupas para os brinquedos. (Foto: Arquivo Pessoal)
Bonecas quando foram recebidas pela família, antes da "oficina". (Foto: Arquivo Pessoal)
Bonecas quando foram recebidas pela família, antes da "oficina". (Foto: Arquivo Pessoal)

Lembrando sobre sua infância, ela conta que a família é em oito irmãs e, por serem humildes, não tinham dinheiro para comprar bonecas. “Então, quando a gente pode fazer algo para ajudar, a gente se envolve mesmo. A Norma é assistente social, eu sou formada em pedagogia e a Lucinéia e diretora da Emei, então a gente sabe disso”.

Após transformar a casa em oficina, a pedagoga explica que o trabalho de reparo começou a entrar em ação. Inicialmente, o objetivo foi garantir a limpeza com Norma enquanto ela partia para a criação das roupas.

“Em outubro, a gente começou a fazer as roupinhas e lavar. As bonecas que não tinham braço, que tinham algum buraco ou algo assim, ajustamos também. Tudo com criatividade”, explica.

Ao todo, foram necessárias 65 roupas para as bonecas, já o restante passou apenas pelo processo de limpeza.     E, nesta semana, o serviço foi finalizado.

De acordo com Madalena, a última etapa consistiu em embalar todos os brinquedos e deixar preparado para fazer a entrega na Emei. O problema é que, agora, a arrecadação tem sido para os meninos.

“Criamos um pix para quem puder ajudar e vamos comprar os brinquedos para as outras crianças que não vão receber as bonecas. É uma alegria fazer isso”, completa. A chave para doação é o número de celular 67 99604-6606.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias