A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

11/03/2018 08:01

Lucas passou de pintor de paredes a modelo em menos de um ano

Próximos passos envolvem mudança para São Paulo e importantes trabalhos nacionais

Thaís Pimenta
Fotos de um trabalho recente que Lucas Castro concluiu em Campo Grande.(Foto: Roberto Medeiros)Fotos de um trabalho recente que Lucas Castro concluiu em Campo Grande.(Foto: Roberto Medeiros)

Lucas jamais imaginou a reviravolta que teria em sua vida no ano passado. Pintor de paredes desde os 11 anos, o rapaz, hoje com 22, se tornou modelo por uma coincidência preparada pelo destino. Em 2016, recebeu o convite para pintar a casa do responsável por uma revista da Capital, junto com seu irmão. Ao chegar lá, o dono do espaço comentou que ele teria jeito para seguir carreira de modelo.

Lucas desacreditou e seguiu seu humilde caminho, mas foi convencido pela insistência e topou fazer umas fotos para um ensaio. "Aquela primeira experiência foi um dos maiores desafios, porque eu já comecei com fotos sensuais, de toalha", lembra ele. Mesmo com o desafio, e com a vergonha, ele gostou do que vivenciou e passou a aceitar os trabalhos que apareciam.

Lucas há alguns anos,quando ainda trabalhava como pintor. (Foto: Acervo Pessoal)Lucas há alguns anos,quando ainda trabalhava como pintor. (Foto: Acervo Pessoal)

O ano de 2017 seguiu com mudanças. O rapaz abandonou os muros que pintou por cerca de dez anos para estar a frente das câmeras e do público, em desfiles em Campo Grande. Foi garoto propaganda de marcas regionais, desfilou para a Exponoivas, a Dudalina e Inel Classic.

"Depois do primeiro ensaio foi se tornando mais natural e fui tendo confiança", comenta.  Na nova profissão, Lucas enxergou uma possibilidade de melhorar de vida, não só para si, mas também para sua família.

Lucas nunca conheceu seu pai, pois nem ele e nem sua mãe sabem quem é. Antes mesmo de Lucas nascer, a mãe apresentava alguns sintomas de esquizofrenia, doença com a qual convive até hoje, ao lado dos dois filhos. "Ela tem poucos momentos de consciência, mas quando fala comigo,diz que eu devo seguir a carreira de modelo", comenta. 

A carreira ganhou ares de profissão quando Lucas foi escolhido pelo scalter Fabiano Brazon para participar de um workshop no Rio de Janeiro. "Eu passei e pude escolher a agência que mais combinava com meu perfil. Optei pela Oxygen", diz.

Os próximos passos são grandiosos: Lucas vai se mudar para São Paulo, por conta do trabalho, no mês de abril, e deve participa este ano so São Paulo Fashion Week. Hoje seus sonhos envolvem a profissão, coisa que há dois anos nem se passavam pela cabeça do rapaz. "Quero viajar o mundo a trabalho e poder ajudar minha mãe, bancar um tratamento de qualidade pra ela", anuncia ele, com um sorriso no rosto.

Quando questionada se ele se sentiria mal de ficar conhecido como o ex-pintor, ele nega sem hesitar. "Na verdade eu tenho muito orgulho. Acho que qualquer pessoa pode ser especial, independente de qual trabalho tem", finaliza.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.




imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.