ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 22º

Comportamento

Movimento mundial em MS quer mostrar que moda não é papo fútil

Ocorrendo em 75 países, o Fashion Revolution terá dez dias de ações para fazer pensar

Por Aletheya Alves | 13/04/2024 07:46
Talita Vieira é Miss Plus Size e irá integrar a programação. (Foto: Vaca Azul)
Talita Vieira é Miss Plus Size e irá integrar a programação. (Foto: Vaca Azul)

Apesar das discussões sobre a moda não ser um assunto fútil já ocorrerem há anos, os processos por trás das roupas ainda acaba ficando em segundo plano. Se conectando a um movimento mundial, profissionais campo-grandenses envolvidos com o ramo estão se empenhando para desenvolver dez dias com atividades gratuitas para fazer com que o público pare e pense sobre a indústria.

Organizado por Laís Dantas, a Lala, o evento Fashion Revolution em Campo Grande define que a união entre todos os envolvidos no evento é o que faz com que a missão da ação presente em outros países se conecte com Mato Grosso do Sul.

Durante os dias 15 e 24 de abril, oficinas, rodas de conversas, encontros, atividades ao ar livre e atrações artísticas como um “desfile manifesto” irão mostrar que o assunto precisa ser debatido no sentido do que ocorre por trás das cortinas e em meio às máquinas de costura.

Integrando o grupo de modelos que irão desfilar durante o evento, a influenciadora plus size Raphaela Amorim defende que todas as ações são voltadas para a reflexão e para dar voz a ramos da moda que, em geral, poderiam ser omitidos.

E, entre as conversas que o evento se propõe, pautas sobre a pressão e exclusão estética também estarão inclusas.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Eu, como modelo e influenciadora plus size, sempre estou focada em falar disso e também das questões sociais que envolvem o evento, como moda sustentável, moda inclusiva e outros temas. E claro que vão ver isso no evento, haverá roda de conversa sobre pressão estética, temas referentes à indústria de moda e o casting de modelos está todo inclusivo, relata Raphaela.

Especificamente sobre ter sido convidada para desfilar no evento, a influenciadora detalha que o público verá muito mais do que uma passarela comum. “É um desfile manifesto, então a gente não foca em marcas, mas sim em que costurou, em quem fez minha roupa para eu estar lá. É um desfile que tem a intenção de promover reflexão sobre quem fez e faz a moda em si acontecer”.

De forma mais ampliada, a organização do evento explica que o evento se vincula ao momento após o desabamento de um edifício de nove andares em Bangladesh, em que milhares de pessoas trabalhavam em condições precárias para o universo da moda.

Na época, foram mais de mil pessoas mortas e de 2.500 feridos. Após a tragédia, em 2013 foi criado Fashion Revolution Day, que ocorre anualmente em diversos países.

Assim como em outras cidades, Campo Grande quer que as pessoas se perguntem sobre quem faz suas roupas. “Mais do que isso, a iniciativa convida para um questionamento sobre os processos produtivos e a necessidade de inovação inerente ao fast fashion e também à falta de transparência e segurança da indústria fashion em alguns lugares do mundo”.

Para fazer com que esse movimento seja desenvolvido por aqui, o evento terá dez dias de atividades, todas com intuito de discutir a moda consciente. De forma geral, as atividades são abertas ao público geral e gratuitas.

Neste ano, o evento também conta com apoio da Fundação de Cultura, Prefeitura de Campo Grande, Senac Hub Academy, Casa de Ensaio, Grupo Casa, Cervejaria Capivas e Fecomércio.

Ações querem fazer refletir sobre o processo da moda. (Foto: Divulgação)
Ações querem fazer refletir sobre o processo da moda. (Foto: Divulgação)

Confira a programação completa:

  • 15/04

Horário: 19h às 21h

Local: Casa de Ensaio. R. Visc. de Taunay, 203 – Amambai

RODA DE CONVERSA: “PRESSÃO ESTÉTICA, MODA E SAÚDE MENTAL” Com Morgana Maia, Talita Vieira, Maria Holosback e Julia Gambim.

  • 18/04

Horário:  13h às 15h

Local: Central de Economia Criativa. R. Mal. Rondon, 1500. Centro.

OFICINA DE VITRINE DIGITAL PARA BRECHÓS. Com Wity Prado.

Horário:  15h30 às 17h

Local: Centro de Economia Criativa. R. Mal. Rondon, 1500. Centro.

OFICINA DE FOTOGRAFIA DIGITAL. Com Kaique Transgrafias

  • 19/04

Horário:  19h às 20h30

Local: Escadaria Orla Morena

DESFILE MANIFESTO

  • 20/04

Horário:  14h30 às 18h

Local: Praça do Preto Velho

OFICINA DE ACESSÓRIOS COM MATERIAIS RECICLADOS. Com Júlia Delphino+ DJ NAJJA + CIA APOEMA

  • 24/04

Horário:  13h às 17h

Local: Teatro Grupo Casa. R. Visc. de Taunay, 306 – Amambai.

OFICINA DE PRECIFICAÇÃO DE PRODUTOS E CRIAÇÃO DE COLEÇÃO. Com Luane Sales

  • 24/04

Horário:  19h às 21h

Local: Capivas Cervejaria. R. Pedro Celestino, 1079 – Centro.

RODA DE CONVERSA: “CONSUMISMO, RESÍDUOS TÊXTEIS E COLETIVIDADE”. Com Eclair Silva, Dayane Pereira e Kaylyan Tiviroli

  • 16, 17, 22 e 23/04

Horário:  13h às 17h30

Local: Senac Hub Academy. R. do Parque, 75 – Centro.

OFICINA DE UPCYCLING. Com Luiz Gugliatto.

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias