A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Maio de 2019

03/11/2018 07:26

Paquera por bilhete no ponto de ônibus busca por "lindo" desconhecido do 087

Thaís Pimenta
Cartinha está no ponto de ônibus da Rui Barbosa com a Aníbal de Toledo, na região do bairro Jardim paulista. (foto: Thaís Pimenta)Cartinha está no ponto de ônibus da Rui Barbosa com a Aníbal de Toledo, na região do bairro Jardim paulista. (foto: Thaís Pimenta)

Quem acredita em amor a primeira vista? Pessoas têm se deparado com essa relação em um ponto de ônibus da Rua Rui Barbosa com a Aníbal de Toledo, onde há um bilhete com texto de alguém que procura por um "lindo", pai de dois filhos, que trabalha à noite e ficou na cabeça. A exposição vem com intuito de encontrar o amor da vida e as letras digitadas têm chamado atenção.

Usuários de transporte coletivo que costumam pegar ônibus no ponto contam que o bilhete está no local há dias, "desde semana retrasada", diz um dos senhores apressados para entrar no 087, a mesma linda que o misterioso "casal" parece ter se encontrado, à noite. 

Em um mundo no qual o digital prevalece quando a pauta são as relações humanas amorosas, com Tinder e WhatsApp geralmente fazendo a primeira conexão entre as pessoas, ler um bilhetinho compartilhado com o público no faz voltar no tempo, em épocas em que era preciso haver uma paquera, um flerte, uma conversa, sempre pessoalmente.

 

Karina quer ver esse casal junto. Karina quer ver esse casal junto.

Karina Campos é uma das pessoas que costuma pegar ônibus sempre ali e foi quem avisou ao Lado B que uma possível história de amor tinha sido compartilhada com as milhares de pessoas que passam por ali.

"Sempre observo as coisas, e costumo pegar ônibus ali todos os dias. Notei a folha um pouco rasgada e imaginei que fosse um aviso sobre o transporte. Mas quando comecei a ler fiquei intrigada. Ela poderia ter deixado o telefone, mas logo pensei que outras pessoas poderiam zombar da situação. Nessa era digital, de Tinder e amores rápidos, fiquei feliz em ler aquele simples recado de alguém que se encontrou num ponto de ônibus e deixou uma saudade. É tipo aquele crush que a gente vê no ônibus, mas não tem coragem de conversar. Eu não conheço eles, mas estou torcendo para que se encontrem novamente", explica ela.

Assim como ela, o moto taxista Wellington Angelo, que trabalha virando a Aníbal de Toledo, também se encantou com o recado e comenta que "isso daí é pra acontecer".  "Enche de gente neste ponto aqui, principalmente nos horários citados, 7h30 e 17h30. Achei de uma coragem imensa e agora também quero saber quem são esses dois".

Quem passa fica intrigado com o bilhete. (foto: Thaís Pimentaa)Quem passa fica intrigado com o bilhete. (foto: Thaís Pimentaa)

Passando pelo local porque tinha esquecido a chave do carro dentro do veículo, uma senhora sentou para conversar, mas não quis que citássemos seu nome. Para ela, a única certeza de quem escreveu o bilhete é de que a pessoa faz isso. "Provavelmente ela pode não ter deixado número de telefone porque não tem acesso a isso, não sei".

Cleuza, uma das passageiras dos ônibus, acredita que houve um resgate do amor ao próximo nos últimos tempos e que existe amor a primeira vista sim. "A gente tem que acreditar. Eu estou casada há 40 anos, não aconteceu comigo, mas acompanhei a história de uma amiga minha que está namorando porque se apaixonou pelo parceiro assim que o viu", comenta.

Já Hélio Teixeira ficou intrigado com a história, afinal, "hoje em dia você se interessou em uma pessoa você vai perguntar onde ela trabalha, vai pedir o número do Whats, pegar o número de telefone, o que seja", comunica ele. 

O Lado B quer saber o desenrolar dessa história e pede para que os envolvidos entrem em contato com a gente.

Curta o Lado B no FacebookInstagram.

Passageiro pega o ônibus da linha 87 para ir ao trabalho às 17h30. (foto: Thaís Pimenta)Passageiro pega o ônibus da linha 87 para ir ao trabalho às 17h30. (foto: Thaís Pimenta)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.