ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUARTA  15    CAMPO GRANDE 20º

Consumo

Boate vira restaurante com conceito "dining room" na Esplanada

Reforma já havia começado antes mesmo da pandemia, garante dono que trouxe conceito de restaurante de fora para MS

Por Lucas Mamédio | 19/06/2020 07:33
Ambiente intimista e contemporâneo dão nova cara ao espaço onde antes funcionava uma casa noturna de música eletrônica. (Foto: Divulgação)
Ambiente intimista e contemporâneo dão nova cara ao espaço onde antes funcionava uma casa noturna de música eletrônica. (Foto: Divulgação)

A noite gastronômica de Campo Grande ganha mais um integrante nesta sexta-feira (19), enquanto o cenário de música eletrônica sofre mais uma baixa. Onde funcionou até início deste ano a boate Vita Club, a partir de hoje as portas se abrem como restaurante Nina Dining, que traz conceito "dining room" ou jantar dançante para a Capital.

O Nina é a mais nova empreitada do empresário da noite campo-grandense Felipe Diniz. O estabelecimento, que estava em obra desde janeiro, está sendo inaugurado agora, no meio de uma pandemia, que costuma deixar os empresários angustiados.

"A noite apenas começou" é o slogan do restaurante (Foto: Divulgação)
"A noite apenas começou" é o slogan do restaurante (Foto: Divulgação)

“No caso do Nina em específico as limitações de quantidade de pessoas está me favorecendo na medida em que posso testar mais. Se eu já abrisse com a casa cheia poderia ter uma quantidade de pessoas que ainda temos que aprender a lidar num modelo como esse”, explica Felipe.

O empresário, que também está à frente de bar conhecido na Rua paraíba e outra boate na Esplanada, ao lado do Nina, diz que buscou inspiração em vários lugares do Brasil e da Europa. “Esse é um conceito totalmente novo em Campo Grande, já houve tentativas de fazer algo parecido, mas não igual. Eu me inspirei principalmente no restaurante Noma Sushi de São Paulo que mistura balada e gastronomia contemporânea”.

Os pratos serão contemporâneos, porém com conceitos regionais, nos vinhos e drinks. O menu é bem enxuto, com poucas opções para cada item.

O cardápio, segundo Felipe, ainda está sendo testado, mas tem entradas a partir de R$ 22,00 e os pratos principais, sendo três opções de massa começando em R$ 30,00. A casa oferece espumantes e vinhos a R$ 90,00 e drinks a partir de R$ 23,00.

“Nossa ideia é proporcionar uma experiência mesmo aos clientes. Vai ter sempre um DJ ou uma música legal tocando, não é só comer, entendeu?”.

O restaurante trabalha com sistema de reservas (Foto: Divulgação)
O restaurante trabalha com sistema de reservas (Foto: Divulgação)

A arquitetura também contribui para essa pegada contemporânea que estabelecimento busca, sendo caracterizada por um espaço mais escuro, com luzes mais baixas, muito preto, um ambiente bem intimista. “Abrimos como uma espécie de teste agora no dia dos namorados e foi bem legal”.

Sobre o receio de ser mais um estabelecimento em Campo Grande que abre, tem seus primeiros dias cheios e depois sofre com a falta de movimento, Felipe confia no diferencial.

“Campo Grande tem o famoso modismo, por isso eu tento fugir do modismo e ter um público fiel como é meus outros estabelecimentos. Esse é um conceito que não tem em Campo Grande ainda, por isso eu tento segmentar uma coisa que não tem, para justamente ser exclusivo e fidelizar meu público”.

O endereço do restaurante é Rua Doutor Temistocles, N° 112, Centro. O horário de atendimento é a partir das 19h. Reservas pelo telefone (67) 99611-3378.

Felipe diz que tenta fugir do modismo com o Nina (Foto: Arquivo Pessoal)
Felipe diz que tenta fugir do modismo com o Nina (Foto: Arquivo Pessoal)

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.