ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 20º

Consumo

Com roupas de família e das amigas, irmãs transformam quintal em brechó

Por Ângela Kempfer | 05/11/2011 17:08
Com roupas de família e das amigas, irmãs transformam quintal em brechó

As irmãs Bruna e Carol Fernandes estavam há meses recolhendo roupas entre mulheres da família e amigas para montar neste final de semana um brechó com peças de despertar interesses.

Na varanda e quintal da casa onde moram, no bairro Carandá, as duas armaram uma super produção para receber as clientes, com música boa e uma ambiente descolado.

Nas araras estão mais de 60 calças, 350 blusas e vestidos e 80 pares de sapatos, de diferentes marcas e coleções, com preços que começam nos R$ 10,00, mas não ultrapassam os R$ 150,00.

“Dividimos em coleção hip, gala, praia e top marcas. Pesquisamos em brechós online os preços e colocamos o valor lá embaixo”, explica Bruna.

Formada em Administração de Empresas, no início do ano ela deixou o emprego em uma concessionária e agora a jovem de 22 anos quer fazer o que gosta.

A ideia é experimentar o sábado e domingo e, se der certo, montar um brechó permanente na cidade, moderno. “Não queremos aquela coisa feia de brechó de rodoviária, onde só tem roupa velha. Queremos um lugar interessante, bonito, cheiroso”, comenta Bruna.

Sandália vermelha por R$ 90,00.
Sandália vermelha por R$ 90,00.
Blusa por R$ 35,00.
Blusa por R$ 35,00.

Aberto às 14h deste sábado quente, em pouco tempo a “Brecharia Mixaria” bombou. Além de amigas convidadas, muita gente ficou sabendo da novidade pelo facebook e apareceu.

As peças mais cobiçadas têm nome, são de marcas como Carmim, Triton, Cantão, Colcci e Fórum.

Nayara dos Anjos, de 19 anos, foi uma das primeiras a estrear o caixa da tarde. “Nunca tinha ido a um brechó. Comprei uma bolsa e um vestido da Cantão e paguei R$ 100,00”, conta.

O valor das peças é dividido entre a fornecedora e as organizadoras do brechó, 60% para a dona da peça e 40% para as vendedoras.

A coleção de blusas básicas, de diversas cores, por exemplo, sai por R$ 10,00 cada. Já o vestido vermelho de festa custa R$ 150,00.

No meio termo aparecem saias jeans por R$ 35,00, calças por R$ 50,00 e até R$ 90, sapato da Colcci por R$ 90 e um blusa no tom do verão por R$ 35,00.

Blusas básicas custam R$ 10,00.
Blusas básicas custam R$ 10,00.
Vestido azul de festa, por R$ 50,00.
Vestido azul de festa, por R$ 50,00.

Como Campo Grande ainda tem poucas opções de brechós transados, a maioria nunca havia ido a um lugar de roupas usadas e quase todas saíram da Brecharia com, pelo menos, uma peça na sacola.

“Estou levando um short e uma camisa, por R$ 60,00”, diz Marilene Furts, de 37 anos. Ela foi ao Carandá junto da amiga Bianca Toledo, de 32 anos, que dá a dica. “Eu adorei, me surpreendi, mas só acho que elas deveriam vender roupas de numeração maior, só tem coisa pequena, 42 não encontramos quase nada.

A Brecharia Mixaria fica na rua Nelson Borges, número 438, Carandá Bosque. No domingo, a venda começa às 14 horas.

Coleção de jeans.
Coleção de jeans.
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário