A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

06/11/2017 06:20

Naiara deu a volta por cima com brechó infantil que tem até roupas de R$ 0,50

O negócio começou quando ela foi demitida, mesmo grávida

Thailla Torres
As roupinhas variam de R$ 0,50 a R$ 20,00. E o brechó abre todos os dias. (Foto: Paulo Francis)As roupinhas variam de R$ 0,50 a R$ 20,00. E o brechó abre todos os dias. (Foto: Paulo Francis)

Quem compra roupa infantil sabe que é preciso andar muito para encontrar peças a um preço camarada. Mas no "Brechó Infantil Mamãe Eu Quero" é praticamente impossível achar algum modelo caro. Há 8 meses, a lojinha no bairro Parque do Sol abre todos os dias e tem arara com roupas a R$ 1,00 e calça jeans infantil por R$ 10,00.

O local é simples, não tem nada de sofisticado e a grande maioria das roupas à venda também é usada, todas estão em bom estado de uso, com cheirinho de roupa lavada. Quem cuida da procedência das peças é Naiara Tamires de Souza Machado, de 22 anos.

Hoje, os valores no seu brechó variam de R$ 0,50 até no máximo R$ 20,00. Mas o preço super baixo não é porque as roupas estão surradas, é uma forma de fazer uma "limpa" no estoque sempre que as araras estão lotadas.

"Tenho mais 3,7 mil peças na loja e muita coisa ainda está no estoque. O preço baixo é para aquela roupinha que está mais desbotada ou precisou levar um pontinho quando descosturou", comenta.

Sapatinhos de todos os tamanhos. (Foto: Paulo Francis)Sapatinhos de todos os tamanhos. (Foto: Paulo Francis)
O brechó começou depois de ser demitida na gravidez. (Foto: Paulo Francis)O brechó começou depois de ser demitida na gravidez. (Foto: Paulo Francis)

No brechó, 80% dos clientes são mulheres, mas as roupas vendidas a preço mais barato vem agradando os pais. "Aqui no bairro tem muito homem que está voltando do trabalho, olha a fachada e acaba entrando. E quando ele acha barato, não quer mais pagar caro", afirma.

Tem peça que até parece roupinha de boutique, mas Naiara procura não exagerar no preço. "A gente que é mãe sabe o quanto custa caro comprar roupas para as crianças, mas em menos de dois meses a peça não serve e você acaba precisando comprar de novo. Por isso, eu vendo tudo a preço barato".

Se a roupa for nova, Naiara coloca um preço mais alto e vende a peça pela internet. "Mesmo assim compensa. Eu já consegui montar um enxoval até com protetor de berço e vendi a R$ 250,00 na loja", conta.

Body, macacão e blusas variam entre R$ 4,00 e R$ 10,00. Calça jeans, vestidos e roupas de inverno são de R$ 10,00 a R$ 20,00 e ainda tem sapatinhos de 0 a 12 anos. "Mas tem peça que serve até os 16 anos, para quem é menor".

O trabalho começou em casa, quando Naiara foi demitida de uma transportadora porque estava grávida. "Fiquei desamparada, entrei na Justiça e ganhei a causa. Mas até hoje a empresa não me pagou". 

Para não ficar sem dinheiro, ela vendeu a moto que tinha e investiu nas peças. "Fui comprando de pouquinho em pouquinho até perceber que as mãe se interessavam. E as roupas são muito mais conservadas do que as de adultos, porque eles perdem muito rápido".

Outra vantagem é que, além de peças no varejo, Naiara monta lotes com 10 a 15 itens e vende a R$ 150,00. "Eu coloco roupas muito boas e outras mais simples para o dia a dia, coloco de acordo com o tamanho e as cores preferidas", explica.

O brechó abre todos os dias. O horário de funcionamento é de segunda a sexta da 9h às 11h30 e 14h30 às 19h30. Domingos e feriados das 9h ao meio dia.

A loja fica na Rua Evelina Figueiredo Selingard, 910, Parque do Sol.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

A loja fica na Rua Evelina Figueiredo Selingard, 910, Parque do Sol. (Foto: Paulo Francis)A loja fica na Rua Evelina Figueiredo Selingard, 910, Parque do Sol. (Foto: Paulo Francis)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.