ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 26º

Consumo

Paixão por roupas vintage faz gêmeas abrirem brechó

Melissa e Stephanie abriram brechó online para venda de roupass vintages e exclusivas aqui em Campo Grande

Por Lucas Mamédio | 16/10/2020 07:54
Modelo de algumas roupas do Brechó (Foto: Stephanie Dias)
Modelo de algumas roupas do Brechó (Foto: Stephanie Dias)

Melissa e Stephanie: gêmeas apaixonadas por moda e por alfaiataria, que viram no brechó um meio acessível, democrático e justo de estarem nesse mundo tão distante da gente às vezes.

Aos 23 anos, elas acabaram de abrir o brechó Apis Melifera, especializado em roupas vintage, ou seja, roupas antigas, inclusive de alta costura, que ainda estão na moda.

Apis Mellifera uma das espécies de abelha mais conhecidas e também uma alusão ao nome das duas, como explica Melissa. “Melissa significa abelha que produz mel e Stephanie significa rainha, assim acabamos juntando nossos nomes sendo “Abelha Rainha”, por ter essa ligação também acabamos escolhendo o nome do brechó (com a ajuda de um amigo) de Apis Mellifera, que é uma das espécies mais famosas de abelhas”.

As roupas são, em marioria, de estilo com uma pegada bem vintage (Foto: Stephanie Dias)
As roupas são, em marioria, de estilo com uma pegada bem vintage (Foto: Stephanie Dias)

Paulistas de nascimento, Melissa Dias dos Santos e Stephanie Dias dos Santos mudaram pra Campo Grande por conta da carreira do pai, que é militar. Elas contam que foram levadas para o mundo dos brechós justamente por gostarem de moda e alfaitaria, mas muitas vezes esbarrarem nos preços dessas roupas.

“Uns anos se passaram e acabamos descobrindo a magia do mundo dos brechós, onde conseguíamos comprar uma peça de alta qualidade por um preço muito mais acessível, além disso descobrimos também que a indústria da moda é uma das mais poluentes portanto, focamos em tentar ao máximo reutilizar as roupas que vestimos e depois de um ano e meio pelo menos 90% do nosso guarda-roupas são de brechó”.

O conceito do negócio, segundo Melissa, é mostrar para as pessoas como existem roupas boas, de alto padrão, usadas e claro, sempre com estilo vintage.

“Nosso brechó dá um foco a mais pela moda vintage, sendo elas, mom jeans, calças de cintura alta, alfaiatarias, blazers e entre outros. Tentamos colocar de tudo um pouco no nosso brechó porém com um enfoque a mais no vintage, que são peças apenas encontradas no mundo da moda para um determinado grupo social, e a ideia é de que as pessoas possam ter acesso a essas roupas com um preço mais acessível e incentivá-las ao caminho do consumo consciente”.

Segundo Melissa, são roupas difíceis de serem encontradas na Capital (Foto: Stephanie Dias)
Segundo Melissa, são roupas difíceis de serem encontradas na Capital (Foto: Stephanie Dias)

Mas pra conseguir esse tipo específico de roupa não é nada fácil, é preciso garimpar. Por isso Melissa, por exemplo, está prestes a fazer uma longa viagem para o interior de São Paulo a fim de encontrar peças que se enquadrem ao conceito do brechó.

“Percebi que aqui não tem muitas das roupas que são a cara do nosso brechó. Portanto, decidi ir atrás dessas roupas e irei viajar para Campinas (SP) atrás dessas peças que marcam a nossa identidade. Essa é a minha primeira vez viajando para garimpar, porém eu me sinto confiante, pois me preparei bastante e pesquisei bastante sobre quais lugares ir, se estão funcionando e como estão funcionando devido a pandemia. Além disso, eu tenho o apoio da minha família que mora bem pertinho de Campinas, que vai me dar todo o apoio necessário”.

Apesar da vontade, o brechó das gêmeas Melissa e Stephanie não conta com loja física, tudo é vendido online, principalmente pelo Instagram. “Há uma dificuldade a respeito da divulgação, pois precisa de muito planejamento e tempo para a fotografia das peças, mas esse esforço faz toda a diferença e compensa muito pois as fotos elevam a pagina e mostra a qualidade das peças. Pretendemos abrir uma loja mas ainda vai levar um tempo”.

Acesse o perfil no Instagram da Apis Mellifera.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário