ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SÁBADO  19    CAMPO GRANDE 15º

Consumo

Preferidinha na decoração, costela-de-adão é bem adaptável

Há diversas espécies da “Monstera Deliciosa” que dão um charme especial no ambiente e preço varia na cidade

Por Bárbara Cavalcanti | 11/05/2021 07:05
A costela-de-adão é uma ótima aliada para quem busca estilo e praticidade. (Foto: Bárbara Cavalcanti)
A costela-de-adão é uma ótima aliada para quem busca estilo e praticidade. (Foto: Bárbara Cavalcanti)

A costela-de-adão é uma planta que ultimamente ganhou popularidade na hora da decoração. As folhas são exuberantes e têm um desenho que lembra as costelas humanas, que dá origem ao seu nome popularmente conhecido. A planta da classificação Monstera é uma planta tropical que se adapta fácil às condições, o que a torna fácil de cuidar e que é capaz de transformar qualquer ambiente.

De acordo com a paisagista Aline Almeida Gonçalves, referências de jardins que utilizam as folhagens da costela-de-adão se espalharam depois da Casa Cor São Paulo, em 2019. A estética da costela-de-adão está sempre em favor do ambiente. “O desenho dela é muito lindo. É sempre bom ter um verde dentro de casa, traz aconchego, frescor, beleza e modernidade”, detalha Aline. “Muitos gostam da rusticidade dela, por ela ser bem tropical”, também explica o lojista Felipe Fontana.

O desenho da costela-de-adão é popular por ser rústico e também tropical. (Foto: Bárbara Cavalcanti)
O desenho da costela-de-adão é popular por ser rústico e também tropical. (Foto: Bárbara Cavalcanti)

Sobre os cuidados com a planta, o lado bom é que a costela-de-adão é bem adaptável, basta evitar a exposição prolongada ao sol. “Ela é muito utilizada em meia sombra. Quando são colocadas em sol pleno, elas sentem muito, podendo ficar amareladas. O sol pode passar por ela por pouco, de preferência no período da manhã. Dentro de casa, ela pode ser utilizada em locais iluminados com boa ventilação”, explica.

Onde a costela-de-adão fica vai a gosto e espaço de cada um. O espaço do crescimento dela deve ser levado em consideração, mas ela fica bem tanto dentro, quanto fora de casa. “Ela só precisa de ventilação e de ser sempre bem regada”, detalha Felipe. “Plantada no chão, ela pode chegar até dois metros”, ainda acrescenta.

Há diferentes espécies de Mostera e elas podem ficar tanto dentro, quanto do lado de fora. (Foto: Kísie Aionã)
Há diferentes espécies de Mostera e elas podem ficar tanto dentro, quanto do lado de fora. (Foto: Kísie Aionã)
Marcelo, que já contou um pouco da história de seu apê cheio de plantas, também mantém sua costela-de-adão em casa. (Foto: @Jungleb303)
Marcelo, que já contou um pouco da história de seu apê cheio de plantas, também mantém sua costela-de-adão em casa. (Foto: @Jungleb303)

Stephani Demckzuk sempre encanta nas redes sociais quando publica sua costela-de-adão que viajou quilômetros até o quarto dela. "Trouxemos de Maringá, da casa da minha mãe. A planta estava em um lugar meio inadequado, com sol excessivo.Eu queria uma dessa, e ela me deu. Ela deu uma sofrida no começo, mas depois foi bem. Ficava na sala, mudei pro quarto e parece que ela gostou mais daqui. Já deu umas 3 folhas novas depois da mudança", descreve.

Quanto custa - Em Campo Grande, os valores de uma muda de costela-de-adão variam de acordo com o tamanho que cada floricultura tem disponível no momento. Uma muda de aproximadamente 50 cm na Floricultura Morena pode custar a partir de R$ 50. Na Vitrine Verde, o valor já fica em R$ 65 e na Leroy Merlin, R$ 69,90. Na Pantanal Garden Center é possível adquirir a planta já grande, com quase 1 metro no valor de R$ 110.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário