ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 26º

Diversão

1º dia de Cordão Valu é marcado por amor ao Carnaval e Boiadeiras

Mais uma vez Esplanada Ferroviária ficou lotada de foliões; confira como foi o Cordão

Por Thailla Torres | 11/02/2024 08:27
Mais uma vez Esplanada Ferroviária ficou lotada de foliões. (Foto: Juliano Almeida)
Mais uma vez Esplanada Ferroviária ficou lotada de foliões. (Foto: Juliano Almeida)

O primeiro dia de Carnaval do Cordão Valu marcou uma verdadeira festa de reencontro e celebração na Esplanada Ferroviária. Mais uma vez, milhares de foliões se reuniram para dar vida ao bloco com 17 anos de história, que a cada ano se supera em muitos números. De foliões a pessoas engajadas em fazer um Carnaval cada vez mais animado e de todos.

Para boa parte dos foliões que encontramos, o Carnaval da Valu não é apenas uma festa; é uma manifestação cultural que transforma a ocupação da cidade, trazendo à tona uma perspectiva diferente de convivência. O evento reúne um público diverso, unido pelo amor ao Carnaval, ao espaço público e à vontade de dançar e festejar juntos.

Amigas se inspiraram na cantora Ana Castela para se fantasiar. (Foto: Juliano Almeida)
Amigas se inspiraram na cantora Ana Castela para se fantasiar. (Foto: Juliano Almeida)

Um dos destaques do primeiro dia de folia foi o trio de amigas Geovana Ramos, Gabriele Corrêa e Flávia Pompeo, que decidiram homenagear a cantora Ana Castela trajando chapéus rosa brilhantes, semelhantes aos usados pela 'Boiadeira'. Para elas, essa homenagem foi uma forma de expressar sua admiração pela artista sul-mato-grossense, que se tornou um verdadeiro fenômeno entre os foliões.

“Eu sou muito fã boiadeira sul-mato-grossense, eu estou ansiosa para o show dela na Expogrande e vou com o mesmo chapéu que estou hoje”, diz Geovana. “Só pelo chapéu as pessoas nos reconhecem, isso prova que Ana Castela virou um fenômeno”, diz Flávia.

O diretor e ator Fernando Cruz trouxe uma reflexão importante sobre o significado político do Carnaval. Ele destacou como essa festividade revela um lado diferente da vida e da cidade, convidando as pessoas a se encontrarem e celebrarem juntas. Cruz ressaltou ainda que o Carnaval tem o poder de humanizar a cidade, “transformando as ruas em espaços públicos legítimos de prazer, liberdade e encontro na diversidade, o que pode ser uma arma poderosa contra a violência, a guerra, a intolerância e o ódio”.

Essa turma se inspirou no Chaves para comercializar as bebidas
Essa turma se inspirou no Chaves para comercializar as bebidas

Mesmo diante dos desafios, como a ausência de amigos, muitos casais, como Maria Eduarda da Silva e Rafael Corrêa, decidiram aproveitar o Carnaval para celebrar a união e desfrutar da energia contagiante da Esplanada Movimentada. “A gente prova que casal pode curtir o Carnaval sim e junto”, ri Maria Eduarda. “Estou muito feliz, cada vez mais o Carnaval de Campo Grande se fortalece”.

Para Alessandro Veiga, dono de um dos bares da região da Esplanada, participar do Carnaval do Cordão Valu é uma oportunidade não apenas de trabalho, mas também de fortalecer a identidade cultural da região.  “Eu acho honroso estar em um lugar como Esplanada e fazer parte desse Carnaval pelo segundo ano. O Cordão Valu é uma cena cultural da cidade muito digna porque o Carnaval é da rua. Além disso, a festa fortalece uma região que é reduto cultural."

Com o primeiro dia de festa encerrado, os foliões já aguardam pelo próximo encontro da Valu, que acontecerá na próxima terça-feira. Enquanto isso, neste domingo, é a vez do bloco Capivara Blasé tomar as ruas e espalhar ainda mais alegria e diversão pelo Carnaval.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

Confira a programação de blocos:

11 de fevereiro (domingo) 

Capivara Blasé

  • Hora: 14h às 23h
  • Local: Esplanada Ferroviária

12 de fevereiro (segunda-feira)

Capivara Blasé 

  • Hora: 14h às 23h
  • Local: Esplanada Ferroviária

Ipa Lelê 

  • Hora: 16h às 22h
  • Local: Éden Beer - Avenida Mato Grosso, 68, Centro

13 de fevereiro (terça-feira) 

Cordão Valu 

  • Hora: 15h às 23h
  • Local: Esplanada Ferroviária
  • Entrada: gratuita

17 de Fevereiro (sábado)

Bonde das Sereias 

  • Hora: 16h às 22h
  • Local: Praça Ary Coelho

Forrozeiros MS 

  • Hora: 16h às 23h
  • Local: Esplanada Ferroviária

Eita! 

  • Hora: 14h às 23h
  • Local: Rua General Melo

Escolas de samba 

Marcados para os dias 12 e 13 de fevereiro, os desfiles serão na avenida do Praça do Papa.

Na segunda-feira, dia 12 de fevereiro, a escola mirim Herdeiros do Samba abre a folia. Em seguida, passam pela avenida Cinderela Tradição, Vila Carvalho e Catedráticos do Samba.

No dia 13, é a vez das escolas Deixa Falar, Igrejinha e Unidos do Cruzeiro.

Ao todo, cada escola terá 40 minutos, no mínimo, e 50 minutos, no máximo, para completar seu desfile dentro do tempo definido pelo regulamento.

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias