ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEGUNDA  17    CAMPO GRANDE 28º

Diversão

Além de linguiça, festa faz sucesso com máquina até do século 19

Exposição é de responsabilidade da Associação de Colecionadores de Máquinas Agrícolas Antigas de Maracaju

Por Aletheya Alves | 05/05/2024 07:55
Tratores antigos integram o museu de maquinários em Maracaju. (Foto: Maristela Brunetto)
Tratores antigos integram o museu de maquinários em Maracaju. (Foto: Maristela Brunetto)

Comemorando os 100 anos da cidade, a Festa da Linguiça de Maracaju chega ao seu último dia neste domingo (5) e, além do sucesso na parte alimentícia, o evento também chama atenção com maquinários agrícolas até do século 19. Por isso, para quem quiser aproveitar o encerramento do fim de semana por lá, a dica é também viajar na história com os apaixonados pelo mundo rural.

Integrando a Associação de Colecionadores de Máquinas Agrícolas Antigas de Maracaju, Michel Morais está envolvido com essas histórias há 20 anos. E, fazendo a intermediação entre o público e o conhecimento sobre as máquinas, garante que a festa da linguiça também é um sucesso para quem gosta da história com os tratores.

Disponível ao público, as máquinas são variadas, tendo desde tratores de períodos variados até máquinas a vapor com modelo de 1897. A última citada, por exemplo, foi produzida na Alemanha, funcionando com lenha e carvão para acionar bombas de água em irrigação de lavoura.

Quando foi criada em 2005, a associação tinha 10 integrantes, todos imigrantes holandeses e suíços. Mas, antes disso, tudo surgiu a partir de Henricus Johannes Marinus Oomen, que se mudou para Maracaju no final da década de 1970.

Máquina a vapor com modelo de 1897, produzida na Alemanha. (Foto: Maristela Brunetto)
Máquina a vapor com modelo de 1897, produzida na Alemanha. (Foto: Maristela Brunetto)
Máquinas estão disponíveis para que o público conheça na Festa da Linguiça de Maracaju. (Foto: Maristela Brunetto)
Máquinas estão disponíveis para que o público conheça na Festa da Linguiça de Maracaju. (Foto: Maristela Brunetto)

“Em Dourados, encontrou um trator antigo da marca Lanz Bulldog de origem alemã, comprou e restaurou o equipamento. Nos anos de 1980, comprou mais quatro tratores. Pensando na conservação dos equipamentos, conversou com os amigos para tentar convencê-los de colecionar e preservar os tratores”, descreve a apresentação da associação.

Hoje, o acervo conta com cerca de 40 peças e o museu fica localizado no Parque de Exposições da cidade. Entre os itens estão tratores, peças e raridades que foram doados e restaurados.

Programação da festa

Neste domingo (4), às 16 horas, o Circo do Mato leva ao público o espetáculo grandioso mini cirquim nas arábias, e ao meio-dia haverá apresentação de breaking organizada por Sulla Maecawa.

Anualmente, cerca de 30 mil pessoas passam pelo parque de exposições durante os dias da festa. Ao todo, são confeccionadas cerca de 20 toneladas de linguiça, consumidas no local e comercializadas in natura no município.

Criada em 1994, a Festa da Linguiça de Maracaju nasceu de um projeto do Rotary Club que buscava divulgar e valorizar a iguaria mais famosa da cidade.

Maracaju fica a 165 quilômetros de Campo Grande. A festa está sendo realizada no Parque de Exposições que fica na Av. Sen. Felinto Mueller.

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
Nos siga no Google Notícias