A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

04/04/2017 22:22

Com 55,92% dos votos, Ilmar é o 10º eliminado do Big Brother Brasil 17

Nyelder Rodrigues
Ilmar já tinha passado por outros paredões, mas não resistiu ao confronto com Marcos (Foto: Divulgação/TV Globo)Ilmar já tinha passado por outros paredões, mas não resistiu ao confronto com Marcos (Foto: Divulgação/TV Globo)

O advogado campo-grandense Ilmar Renato, o Mamão, é o 10º eliminado da edição de 2017 do reality show Big Brother Brasil. Ele enfrentou o cirurgião plástico Marcos Härter no paredão, com quem fez grande amizade na casa, mas acabou se desentendendo recentemente.

A votação popular tirou Ilmar do BBB 17 com 55,92% dos votos após uma semana conturbada. Ele teve uma grave discussão com a sister Emilly, que na casa namora Marcos.

A situação foi um dos motivos do rompimento do trio. A indicação de Mamão para o paredão foi feita por Emilly, líder da semana. Já Marcos foi ao paredão por votação dos demais membros.

Durante a participação ao vivo dos brothers na noite de segunda-feia (3), Marcos acabou acusando Mamão de dever pensão alimentícia há três meses. A situação foi desmentida pelo apresentador Thiago Leifert, mas mexeu com Mamão, que ameaçou sair da casa.

"Isso é um jogo, um jogo da vida. Fui muito leal ao Marcos, o tempo todo. Eu acho que saio maior do que entrei. Pude demonstrar que sou paciente, amoroso, também rude, que sou humano", afirmou Ilmar na entrevista da saída.

Antes, ele abraçou os familiares, o apresentador Tiago Leifert e também os familiares de Marcos. Depois, ele agradeceu ao público e pela dimensão que ganhou com o programa. "Quase tive os mesmos votos da Dilma, tive mais votos que o Aécio", brincou, ao se referir à Dilma Rousseff, ex-presidente cassada, e o adversário dela em 2014, o senador Aécio Neves.

Ilmar é conhecido em Campo Grande por se alinhar à causa indígena e participar de movimentos sociais, atuando como advogado na CDDH (Centro de Defesa da Cidadania e Direitos Humanos) Marçal de Souza. O PT, inclusive, analisa o brother como opção eleitoral.

Ele é mais um dos sul-mato-grossenses que participaram do BBB, entrando para o grupo de ex-BBBs. O primeiro deles foi Dilson Filho, o Dilsinho Mad Max, que acabou desistindo do confinamento, na edição de 2013.

Já Priscila Pires foi vice-campeão da edição de 2009 e até hoje é uma das brothers que segue aparecendo na mídia. Após morar fora do Estado e se tornar empresária, ela retornou ao Mato Grosso do Sul e inclusive tentou carreira política.

Outro que também tentou incursão na política foi o campeão da edição de 2013 do reality, Rafael Cordeiro, o Fael. Ao contrário dos outros participantes, ele é de Aral Moreira, no sul do Estado, e diferente de Priscila, tem aparições menos constantes e polêmicas na mídia.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.