ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 19º

Diversão

Inspirado em blocos de SP e RJ, roqueiros daqui não ficarão órfãos no Carnaval

Campanha ganhou apoio na internet e, para este ano, o objetivo é ocupar uma praça com muito show de rock

Por Danielle Valentim | 25/01/2020 07:23
Bateria do Bangalafumenga, no Bloco Sargento Pimenta no Rio de Janeiro.  (Foto: Reprodução)
Bateria do Bangalafumenga, no Bloco Sargento Pimenta no Rio de Janeiro. (Foto: Reprodução)

Pela primeira vez, Campo Grande deve ganhar uma folia, exclusiva, para os roqueiros de plantão. Com o objetivo de se tornar um grande bloco aos moldes dos que já rolam no Rio de Janeiro e São Paulo, o Carnarock deve acontecer em 2020, com muito rock and roll. O planejamento segue a todo vapor e uma reunião, na segunda-feira (27), definirá local, data e quantas bandas participarão.

O desejo da classe é antigo, mas, no último dia 17 de janeiro, uma publicação do músico e economista Ernani Júnior, de 26 anos, repercutiu de forma inesperada ganhando centenas de curtidas, comentários de apoio e compartilhamentos.

O post dizia o seguinte: “GALERA DO ROCK DE CG, estamos organizando um evento de grande porte que será gratuito, em uma época que não nos favorece muito, um CarnaRock! Mas para isso acontecer, precisamos mostrar que o público do rock n roll é forte e unido, e que merecemos sim acesso à cultura e a nossa arte. Gostaríamos que vocês nos ajudassem, curtindo, compartilhando e marcando nesta publicação, o máximo de amigos interessados nesse evento, para que alcancemos um número representativo e necessário para termos a liberação de um espaço público para nosso show! Divulgaremos mais informações assim que iniciarmos nossa campanha virtual aqui no face e insta. Conto com a ajuda de todos para defendermos nossa cena musical, e provar que o rock n roll está muito vivo em nossa cidade!(sic)”, escreveu Júnior.

Ao Lado B, Ernani admitiu “a corrida contra o relógio”, mas garante que o apoio dos internautas, músicos e fãs do gênero faz toda a diferença. “A ideia é colocar o evento em alguma praça, com bandas de rock se apresentando. Dentro da programação, o participante que doar um quilo de ração poderá participar de sorteios. Na segunda-feira temos uma reunião com a Sectur para definir um local, mas tudo indica que vai rolar”, explica.

Júnior garante que a ideia é transformar o Carnarock em um bloco famoso, semelhante ao Sargento Pimenta, que nasceu no Rio de Janeiro e já chegou a São Paulo.

“Nessa época os roqueiros ficam meio órfãos, mas este ano teremos um espaço. O bloco Sargento Pimenta, por exemplo, leva o nome em referência a uma canção dos Beatles. Vamos conquistar nosso espaço na cena musical de Campo Grande e o apoio do pessoal é muito gratificante”, finaliza.

Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563 (chame agora mesmo).

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário