A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

17/01/2018 06:05

No auge do sucesso profissional, casal largou tudo para ser feliz na Irlanda

Eles planejaram durante 1 ano até mudar de vida radicalmente, longe dos perrengues de chegar em um país tão diferente

Thailla Torres
A foto que marca o início de uma nova jornada para Bia e Lusival. (Foto: Stephanie Gomes)A foto que marca o início de uma nova jornada para Bia e Lusival. (Foto: Stephanie Gomes)

Lusival Junior, de 30 anos e a esposa, Beatriz Balog, de 24, provaram que não tem hora para mudar de vida. Para eles, bastou planejamento para fazer diferente, mesmo quando tudo ia muito bem na carreira. O casal, conhecido pelas imagens emocionantes de casamentos em Campo Grande e em vários lugares do mundo, simplesmente, largou tudo no auge do sucesso profissional para se aventurar no exterior e ter a chance de viver um sonho.

O amor pelo Brasil permanece, eles garantem, mas a busca pela qualidade de vida foi o maior incentivo para deixar o País, após tantas ponte-aéreas registrando cerimônias e histórias de amor por aí.

"A gente passou a fazer casamentos fora do País e a nossa mente foi abrindo", começa a contar o fotógrafo Lusíval. Após viagem de um mês para a Califórnia, ele a esposa tomaram coragem de mudar o caminho. "A gente ficou praticamente um mês nos Estados Unidos e voltamos com o sentimento: queremos viver mais disso", lembra.

Na Irlanda, o cenário é incrível para as fotos. (Foto: Lusival Junior)Na Irlanda, o cenário é incrível para as fotos. (Foto: Lusival Junior)
E o casal ainda sonha em rodar o mundo. (Foto: Beatriz Balog)E o casal ainda sonha em rodar o mundo. (Foto: Beatriz Balog)

A vontade de mudança batendo forte no peito veio junto com a estabilidade financeira do casal, que já tinha se firmado no cenário de casamentos da cidade.

"Sim, nossa vida financeira estava ótima no Brasil. Mas a gente queria viver com qualidade e, toda essa renda não era suficiente para a vida que sonhávamos ter juntos. Porque a gente tinha que trabalhar muito e o Brasil é um país caro para viver", explica.

Por isso, ver a conta bancária crescendo sem ter a chance de desfrutar de bons momentos durante a vida, saiu dos planos do casal. "A gente queria viver. Poder deitar todos os dias na cama e ter histórias transformadoras para dividir um com o outro, com experiências que carregam as nossas energias. Por isso, a mudança radical foi largar a certeza que a gente tinha de uma boa renda e um lugar certa para morar, e sair para viver nossas experiências fora do conforto".

Dentro de um ano, o casal conseguiu fazer o que muita gente sonha, mas acha difícil colocar em prática por falta de dinheiro. "A gente decidiu vir no fim de 2016 e nos programamos durante 2017 inteiro para viajar e não passar perrengue por aqui".

A mudança começou nas economias, depois da busca por informações sobre o país e escolha de uma agência de intercâmbios confiável, para auxiliar nas burocracias para a mudança. "Isso porque a gente também veio para estudar inglês, então contabilizamos o que íamos precisar para estudar, custear moradia, alimentação, passeios e contas básicas no país". 

Ruas são um espetáculo a parte. (Foto: Lusival Junior)Ruas são um espetáculo a parte. (Foto: Lusival Junior)

O casal garante que juntou dinheiro suficiente para ficar um ano sem trabalhar, mas foi só chegar no país, que as oportunidades de trabalho já surgiram. "Beatriz vai continuar trabalhando com vídeo e eu com a fotografia, a diferença é que por aqui a rotina vai ser diferente. Além de trabalhar, vamos ter tempo para comer, passear, conhecer lugares que sonhamos e edificar nossos sonhos de ter uma vida tranquila para criar nossos filhos".

Lusíval explica que no Brasil demoraria pelo menos 10 anos para juntar uma quantia necessária para viver viajando com a esposa. "Enquanto por aqui, em dois anos, vou fazer o pé de meia para viver do jeito que a gente sempre sonhou", afirma.

Ele admite que a chegada em um país diferente despertou o frio na barriga, mas o planejamento trouxe segurança. "É preciso ter foco. Tanto que na primeira semana conseguimos alugar um apartamento e já fechamos contrato de emprego".

Em Campo Grande, os dois venderam os eletrodomésticos, roupas, sapatos e alugaram o apartamento onde viviam. "Isso também é uma forma de ter uma renda extra fora do país", afirma.

Depois de todo planejamento financeiro, o casal passou um ano estudando inglês para, pelo menos, garantir a conversação em outro país. "Nenhum dos dois tem uma conversação perfeita, mas a gente sabe o básico para se comunicar. Tanto que hoje conseguimos fazer uma reunião com um empresário daqui e ele conseguiu entender absolutamente tudo o que a gente falava. E isso é muito importante, porque chegar em outro País sem saber o idioma, é muito difícil".

Depois de fechar toda as agendas do ano passado, agora o casal diz que vai se dedicar aos casamentos no exterior e quem quiser os dois pelo Brasil, vai precisar investir no sonho. "Agora são as noivas que nos levam até aí", resume.

Aliado a todas as mudanças, o casal que não se cansa de aventuras já desenvolveu na Irlanda um novo projeto, "TwoTravellingSouls" que vai narrar toda a jornada deles fora do país. "Esse mês ainda vamos para a Alemanha, Londres e, claro, explicar tudo sobre como é viver e encarar novas experiências em Dublin", finaliza.

Quem quiser acompanhar o casal, basta clicar aqui.

Além de uma arquitetura encantadora. (Foto: Lusival Junior)Além de uma arquitetura encantadora. (Foto: Lusival Junior)
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.