ACOMPANHE-NOS    
MAIO, TERÇA  26    CAMPO GRANDE 12º

Faz Bem!

Alunos de Educação Física criam perfil de atividades para quarentena

Para ser feito com crianças ou idosos, o importante é usar coisas que já existem na casa para entretenimento

Por Danielle Errobidarte | 04/04/2020 08:11
Perfil no Instagram é com vídeos gravados pelos próprios alunos. (Foto: Reprodução)
Perfil no Instagram é com vídeos gravados pelos próprios alunos. (Foto: Reprodução)

Um projeto desenvolvido por acadêmicos de Educação Física está ensinando famílias a criarem novos jogos e brincadeiras durante o período de quarentena, através do Instagram. Com vídeos explicativos e usando materiais que todos têm em casa, a proposta inclui crianças e idosos.

O perfil já tem 153 seguidores e 12 publicações em menos de uma semana de criação. Os vídeos são postados pelos próprios alunos, que ensinam passatempos para se fazer no quintal de casa ou chão da sala.

A iniciativa foi dos acadêmicos do curso de licenciatura em Educação Física da Unigran, na disciplina de Recreação e estudos do lazer, ministrada pela professora Rafaela Rosa. Ela conta que a adesão dos 60 alunos da turma foi instantânea. “Assim que acabou a aula, que é feita à distância durante esse período, eles já criaram o perfil no Instagram e todo dia chega um vídeo novo de algum aluno. É uma forma deles aprenderem a ensinar, porque também serão professores no futuro”, comenta.

A sugestão de atividade prática da professora surgiu ao perceber a dificuldade dos pais em entreter crianças dentro de casa no período de quarentena. “Estamos tentando nos reinventar, o isolamento é algo totalmente novo para nós também, e adaptamos a uma forma que os alunos conseguissem contribuir com a comunidade, porque Educação Física é um curso 100% prático”.

Roger Rodrigues, um dos alunos da turma, afirma que o projeto já recebeu, inclusive, sugestões de brincadeira dos seguidores do perfil.

As brincadeiras foram pensadas observando as dificuldades de familiares, amigos e dos alunos da turma que têm filhos, nas redes sociais. “Tem sido um momento desgastante e queríamos dar nossa parcela de contribuição para que as pessoas pudessem passar por tudo isso de uma maneira mais leve”.

Douglas Ovelar, também acadêmico, garante que as atividades podem ser feitas por toda a família. Segundo ele, os colegas ajudam uns aos outros e fazem todas as etapas, desde a pesquisa na parte teórica, até a publicação. “Nosso intuito é ter adesão de todas as pessoas de uma família, independentemente da idade. Cada um ajuda como pode na edição, produção, pesquisa, aplicação e divulgação”.

Os resultados práticos chegam por mensagem no perfil criado por eles. “Essa semana uma família executou uma de nossas brincadeiras, gravou, postou o vídeo e nos marcou. Foi a atividade de pedra, papel e tesoura. Quem perdesse, levava tortada na cara”, explica.

Os vídeos estão disponíveis no perfil @RecreacaoEmCasaUnigranCapital.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.