A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

30/09/2018 07:50

As brigas dos arcades estão de volta com Capcom Beat'em Up Bundle

Ricardo Syozi
Na década de 90, a Capcom reinou com seus fliperamas de briga.Na década de 90, a Capcom reinou com seus fliperamas de briga.

Na década de 90, a Capcom reinou com seus fliperamas de briga. Excelentes títulos foram lançados sedentos pelas fichas e grana dos jogadores, a maioria rodando com jogabilidades similares (marca do gênero), sempre com uma trilha sonora envolvente e a opção de jogar com os amigos em partidas de três a quatro jogadores. Foi definitivamente uma época sensacional, ainda bem que a empresa acaba de trazer sete de suas maravilhas em um pacote especial para os consoles atuais.

Em Capcom Beat’em Up Bundle (lançado para PS4, Xbox One e Nintendo Switch) temos uma variedade de títulos do gênero que dá nome ao pacote. É claro que Final Fight de 1989 é quem abre as portas para a diversão de socar botões para socar os inimigos. Em seguida temos The King of Dragons de 1991, Captain Commando do mesmo ano, meu favorito Knights of the Round de 1992, e Warriors of Fate também de 92. Cada um deles tem seu próprio carisma, estilo e consegue oferecer uma diversão descompromissada ao jogador.

A grande surpresa vem com dois jogos que jamais haviam sido lançados em formato doméstico. Armored Warriors de 1994 traz humanos dentro de máquinas enormes mandando ver na briga em meio a uma guerra que parece não ter fim. Fecha o pacote o game Battle Circuit de 1997 que traz um elenco bem misturado de caçadores de recompensa, um mais original do que o outro.

Em Capcom Beat’em Up Bundle (lançado para PS4, Xbox One e Nintendo Switch) temos uma variedade de títulos . Em Capcom Beat’em Up Bundle (lançado para PS4, Xbox One e Nintendo Switch) temos uma variedade de títulos .

Mesmo que a sensação de jogar todos os títulos do mesmo jeito seja uma constante no pacote, é impossível negar que as escolhas dos sete jogos foram acertadas. Temos desde a briga de rua dos anos 80/90 até uma guerra em um império oriental antigo. Viajamos para o futuro com mechas e também adentramos um mundo de fantasia. A variedade é realmente para todos os gostos. Além disso, a jogabilidade é redonda como deve ser, há várias formas de controlar a dificuldade das aventuras, e os modos multiplayer no sofá estão presentes para trazer a nostalgia à tona.

Já o modo online acaba sendo o único real defeito do pacote. Todas as partidas que participei tiveram o lag como seu protagonista. É claro que isso afeta grandiosamente a experiência, me fazendo desistir e voltar à jogatina solitária. A esperança é que seja consertado o quanto antes, porém por enquanto, a solução é o offline.

Por último, um dos pontos que mais curti em Capcom Beat’em Up Bundle é o foco bacaninha em seus extras. Ok, podiam ser em maior quantidade, talvez a trilha sonora dos títulos ou um oitavo game a ser desbloqueado, mas as artworks originais são de babar. Há até aqueles adesivos que eram colados nos arcades para mostrar os golpes e estratégias do game. gastei um tempo olhando e curtindo cada uma, sempre pensando em como isso era caprichado na época. No geral, o pacote satisfaz àqueles que gostam muito do gênero, ainda mais se tiverem amigos para jogar em conjunto. Separe as fichas, pois a Mad Gear está nos esperando.

Conheça o Video Game Data Base, o museu virtual brasileiro dos videogames. A coluna de games do Lado B tem o apoio do Expo Video Game.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

 

 No geral, o pacote satisfaz àqueles que gostam muito do gênero. No geral, o pacote satisfaz àqueles que gostam muito do gênero.
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.