ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  07    CAMPO GRANDE 20º

Games

Retrograde Arena é multiplayer old school; confira a análise

Por Micael XBR | 05/06/2020 07:13
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Retrograde Arena nos leva de volta aos anos 80, com seu visual e efeitos no melhor estilo do filme Tron, cheio de neons e gráficos simulando os jogos vetoriais da época. Os jogadores mais antigos vão ver neste título as raízes dos primeiros jogos de Atari 2600 como Tank! e os jogadores mais novos vão se divertir com a quantidade de efeitos e tiros vindo de todas as direções. Seis pessoas batalham em uma sala com seus pequenos bólidos circulares atirando uns contra os outros, porém o foco dos tiros não é para matar o oponente (todos os jogadores são imunes aos tiros), mas sim acabar com suas armas e empurra-los contra paredes e objetos mortais indicados pela cor vermelha.

Você pode chamar 5 amigos para uma batalha local ou online pelo primeiro lugar com armas espalhadas pelo cenário futurista dos anos 80. Caso não tenha tantos amigos assim, o jogo tem lobbys para jogar com desconhecidos e também oponentes da CPU com AI moderada. Inicialmente são quatro mapas com diferentes layouts onde os competidores podem aplicar estratégias diferentes para ser o último sobrevivente. Futuramente liberando mais mapas e skins enquanto vai alcançando novas conquistas.

Como o ambiente que é letal nesse jogo, a jogabilidade de Retrograde Arena fica mais focada na movimentação para sobreviver e atacar, sendo vital conhecer cada arma usando a física do recuo do tiro para manobrar com maior velocidade. Formar estratégias de batalhas é indispensável para permanecer na arena, dessa forma o game brilha, pois a diversão não fica apenas no desvairado apertar de botões. Falando nisso, tudo funciona como deve funcionar, não há lag na jogabilidade, as respostas aos comandos são instantâneas, garantindo a precisão no atacar e desviar.

Claramente influenciado pelo jogo de browser "diep.io" de 2016 do brasileiro Matheus Valadares (criador do também mundialmente famoso "agar.io"), Retrograde Arena torna tudo mais claustrofóbico e dinâmico forçando o jogador escolher o momento de atirar para sobreviver enquanto também atirar para derrotar os inimigos. O título é muito divertido e uma ótima escolha para aquelas jogatinas com os amigos, mas nada extremamente profundo para os jogadores mais competitivos.

Atualmente o game está com o Acesso Antecipado na Steam, mas a desenvolvedora Freemergency promete oferecer cada vez mais conteúdo com o passar do tempo. A distribuidora é a Another Indie, uma empresa que abraça os títulos independentes e dá cada vez mais espaço para desenvolvedores darem as caras nessa indústria. Este é mais um belo exemplo de produto a ser olhado com carinho.

Conheça o Video Game Data Base, o museu virtual brasileiro dos videogames. Pensou videogame, pensou VGDB.