A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

15/08/2017 06:10

Com funcionário chamando na porta, restaurante chinês surpreende pelo preço

Os donos são desconfiados, mas nós experimentamos a comida para saber porque o lugar vive cheio

Thailla Torres
O restaurante é bonito e está sempre cheio no Centro. (Foto: André Bittar)O restaurante é bonito e está sempre cheio no Centro. (Foto: André Bittar)

Na Afonso Pena, entre 14 de Julho e Calógeras, a funcionária do Zhu Restaurante não se intimida em berrar "Olha o salgado. Aqui tem almoço. Venha provar!", tentando ganhar o cliente que passa correndo e nem bota fé no espaço. Mas, só de olhar para dentro dá para perceber que o lugar é diferente.

O restaurante é bonito, tem uma decoração cheia de detalhes e é super iluminado. Simpática, uma jovem que se identifica como Aline se apresenta como funcionária, mas se mostra arredia quando digo que sou jornalista. Na hora, responde que não é dona do lugar, que só trabalha ali para ajudar a família. Depois, fala que não tem autorização para contar a história do Zhu.

"É melhor você falar com o responsável. Só tô trabalhando", justifica, logo conversando com as outras funcionárias para que fiquem de olho na jornalista e no fotógrafo.

Variedades de doces. Variedades de doces.
Legumes, yakisoba, batata frita e tempurá são opções.Legumes, yakisoba, batata frita e tempurá são opções.
Sushis ficam nas bandejas.Sushis ficam nas bandejas.

Mas como nosso único objetivo era contar a história do local, resolvemos experimentar o cardápio, que no primeiro momento chama atenção. O buffet é servido a partir de 9h da manhã, com salgados, comidas, saladas e sobremesas. O horário do almoço vai até às 15h e depois o lugar funciona com salgados até às 19h.

A comida é colocada em ilhas. O valor é cobrado por quilo e o anúncio é R$ 2,99 a cada 100g. Mas na hora de servir o preço impressiona. Há 12 opções de salgados fritos, torta de legumes, chipas e pastéis. Para quem gosta de culinária oriental há pelo menos 6 opções de sushis. A ilha de saladas não deixa a desejar e os pratos quentes contam com arroz, peixe, carne, tempurá, yakisoba, batata frita, frango empanado (que por sinal é sequinho e bem temperado) e legumes refogados.

Depois de servir um prato com 2 colheres de arroz, estrogonofe, tempurá e batata frita, o valor na balança foi de R$ 6,89. Na hora da sobremesa também compensa, um pedaço pequeno de pudim e uma colher de mousse de Maracujá saiu a R$ 1,49.

Isso porque estamos falando só da unidade na Avenida Afonso Pena, mas os donos do estabelecimentos são chineses e mantém outras duas unidades na cidade que ficam na 14 de Julho. Tentamos contato a proprietária chamada Hong, mas ela se negou a dar entrevista. "Não falo muito bem o português e estou muito corrida", diz mexendo no caixa para ver se desistimos da reportagem.

Ainda na tentativa de especular, Hong só afirma que mora no Brasil há 20 anos e há 3 mantém os restaurantes que, pelo visto, conquistou de vez a clientela do Centro. 

Quem quiser conhecer o Zhu Restaurante, fica na Afonso Pena entre 14 de Julho e Calógeras. O horário de funcionamento é das 9h às 19h.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.