ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 31º

Lado Rural

Comitê promove dia 21 evento sobre erradicação da aftosa em Mato Grosso do Sul

MS integra o bloco 4 do programa que prevê a retirada total da vacinação no país até 2023

Por José Roberto dos Santos | 16/10/2021 10:54
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O Comitê Gestor Estadual do Plano Estratégico do PNEFA promove no dia 21 de outubro, às 14h, o 4º Fórum PNEFA - MS. O evento, segundo nota distribuída à imprensa, será híbrido, ou seja, será transmitido ao vivo pelo canal do Sistema Famasul e, presencialmente, limitado a 65 participantes.

Entre os temas a serem abordados no evento as ações do setor produtivo em relação ao plano estratégico do PNEFA (Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa) e a importância dos fundos privados, palestra ministrada pelo vice-presidente da Famasul e coordenador do Grupo de Trabalho de Sanidade Animal da CNA, Mauricio Saito.

Nomes como do diretor do Departamento de Saúde Animal do Mapa, Geraldo Moraes; do superintendente da SFA/MS, Celso Martins; do secretário da Semagro, Jaime Verruck e do presidente da Iagro, Daniel Ingold, estão na programação.

O Fórum – Cumprindo o cronograma de execução instituído pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e levando em consideração a necessidade de elaboração de Plano Estratégico Estadual do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa 2017-2026, com suas responsabilidades compartilhadas entre os setores público e privado, é que Mato Grosso do Sul sedia o Fórum, que contará com a presença de representantes do Mapa, Iagro (Agência Estadual de Defesa Saniária Animal e Vegetal), classe política, setor produtivo e industrial, sindicatos e conselhos de classe.

Mato Grosso do Sul integra o Bloco IV no Plano Estratégico 2017-2026 do PNEFA, que prevê a retirada total da vacinação no país até 2023.

Participe do evento gratuito que terá transmissão ao vivo pelo canal no YouTube: Youtube.com/SistemaFamasul

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário