ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  20    CAMPO GRANDE 20º

Meio Ambiente

Brasileiro e colombianos são detidos por matar tamanduá com machado

Estrangeiros alegaram não estar cientes de que estavam cometendo um crime ambiental

Por Jhefferson Gamarra | 16/09/2023 14:15
Ferramentas e animal abatido pelo trio (Foto: Divulgação/PMA)
Ferramentas e animal abatido pelo trio (Foto: Divulgação/PMA)

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou três homens, sendo um brasileiro e dois colombianos que estavam tentando carnear um tamanduá-bandeira às margens da MS-450, conhecida como Estrada Parque de Piraputanga, em Aquidauana, a 135 quilômetros de Campo Grande.

Testemunhas que presenciaram o ato acionaram a Polícia Militar. Ao chegarem, os policiais constataram que o tamanduá-bandeira já estava morto. Os três homens foram abordados e não negaram o crime, admitindo terem matado o animal com o propósito de se alimentar de sua carne.

Petrechos apreendidos e animal morto colocado em um saco (Foto: Divulgação)
Petrechos apreendidos e animal morto colocado em um saco (Foto: Divulgação)

De acordo com informações do Portal de Aquidauana, os colombianos alegaram não estar cientes de que estavam cometendo um crime ambiental. No local, os policiais apreenderam um machado e um facão, os instrumentos utilizados para tirar a vida do tamanduá-bandeira. O corpo do animal também foi removido do local como parte das evidências.

Os três indivíduos detidos foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, onde o brasileiro assumiu a responsabilidade pelo ato e foi autuado em R$ 5 mil.

É importante ressaltar que a Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/98) estabelece punições para quem comete atos de violência contra a fauna silvestre. Além de ser ilegal e prejudicial para a biodiversidade, o consumo desse tipo de carne pode expor as pessoas a parasitas e doenças.

Nos siga no Google Notícias