ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SÁBADO  13    CAMPO GRANDE 

Meio Ambiente

Comitê climático inicia estudo e promete plano para descarbonizar Campo Grande

Pesquisa sobre efeito estufa é 'pontapé' para identificar a situação ambiental do município

Por Jéssica Fernandes | 17/05/2024 11:56
Campo Grande é alvo de estudo sobre gases do efeito estufa. (Foto: Alex Machado)
Campo Grande é alvo de estudo sobre gases do efeito estufa. (Foto: Alex Machado)

Campo Grande ganhou do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) o primeiro plano de descarbonização do município. O inventário, que envolve pesquisas sobre gases do efeito estufa, é o primeiro passo do Comec (Comitê Municipal de Enfrentamento às Mudanças Climáticas) rumo à criação de planos e ações relacionados ao planejamento ambiental da cidade.

Instituído em outubro de 2023, o Comec é coordenado pela Planurb (Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano) e Gapre (Gabinete da Prefeita). Em entrevista ao Campo Grande News, a diretora de planejamento e monitoramento da Planurb, Mariana Massud, fala sobre o plano de descarbonização e outras iniciativas que vêm sendo tomadas pelo comitê.

Em dezembro de 2023, a Capital ganhou do BID o estudo que é feito por três consultorias contratadas pela instituição. O inventário levará ao desenvolvimento do plano de descarbonização que envolve a redução das emissões de dióxido de carbono (CO₂) e outros gases através de iniciativas sustentáveis.

Diretora de planejamento e monitoramento da Planurb, Mariana Massud, fala sobre ações da Comec. (Foto: Assessoria)
Diretora de planejamento e monitoramento da Planurb, Mariana Massud, fala sobre ações da Comec. (Foto: Assessoria)

O resultado das análises deveria ficar pronto no começo do próximo semestre de 2024, mas por ora não tem data definida para ser divulgado. Esse atraso na entrega, conforme Mariana Massud, ocorre porque o BID também contemplou outro município com o estudo: Novo Hamburgo (RS). Devido às chuvas e enchentes que atingem o Rio Grande do Sul, a visita técnica em Campo Grande foi adiada para atender primeiro a cidade gaúcha.

Em paralelo a esse estudo, o Comitê tem atuado por meio de outras ferramentas. “Dentro do Comec nós nos filiamos ao ICLEI (Governos Locais pela Sustentabilidade) em 2023. O ICLEI trabalha em cidades do mundo todo e estamos conversando com eles sobre os outros passos. Temos que fazer o plano de adaptação, mitigação e ação climática”, explica a diretora de planejamento da Planurb.

Um desses passos envolve o monitoramento climático do município. “Esse monitoramento são as estações que devem ser instaladas no município para acompanhamento das chuvas, dos rios”, fala Mariana. Para dar início a essa outra etapa de pesquisas foi publicado neste mês, no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), o edital de chamamento direcionado a interessados da iniciativa privada que queiram contribuir com o projeto.

Além das pesquisas encabeçadas pelo Comec, a diretora de planejamento e monitoramento da Planurb destaca que existem outras ações em prática que já refletem na questão climática. “Dentro do município temos a questão da arborização urbana. Campo Grande foi eleita pelo 5º ano consecutivo cidade árvore do mundo. Então tudo isso influencia nesse enfrentamento às mudanças climáticas”, afirma.

Outra inovação citada por ela é o índice de RA (Relevância Ambiental) que faz parte do Plano Diretor. “Temos a legislação que fala que a água que cai dentro do lote tem que ficar retida não podendo direcionar pra rua. O IA com o Plano Diretor faz a gente trabalhar os sistemas de drenagem priorizando a arborização”, comenta.

Enquanto o Comec segue pesquisando e aguardando o resultado do inventário de gases do efeito estufa, ainda não existem informações que mostrem a situação da Capital no âmbito climático. “Estamos fazendo os estudos para identificar quais enfrentamentos vamos ter que trabalhar no futuro. O inventário é nosso pontapé, estamos partindo para a finalização agora”, frisa.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias