ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SÁBADO  06    CAMPO GRANDE 25º

Meio Ambiente

Mais uma vez, trilha submersa após cheia vira paisagem mágica debaixo d’água

Fenomeno ocorre devido à preservação das suas matas ciliares que não permite erosão às margens do rio

Por Mirian Machado | 23/01/2021 09:01

O fenômeno não é novidade, mas sempre que ocorre arranca o folego de quem admira as imagens debaixo d’água. Mais uma vez o deck do Vulcão no Recanto Ecológico Rio da Prata em Jardim, cidade há 233 km da Capital ficou submerso nessa sexta-feira (22). O local fica dentro de uma RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural), uma unidade de conservação.

As imagens feitas pelo fotografo de natureza Fernando Maydana mostra o caminho da trilha todo debaixo d’água com direito a peixes como colegas de passeio.

As belas imagens foram publicadas nas redes sociais do recanto, onde também é explicado como funciona o fenômeno. Segundo consta, a água só se mantém cristalina devido à preservação das suas matas ciliares.

Quando essas matas são mantidas há menos erosão nas margens e por isso menor carreamento e deposição de sedimentos nas águas. Por esse motivo, mesmo com as chuvas fortes e enchentes a água do rio permanece cristalina.

O local paradisíaco chama atenção principalmente de turistas, que vem de longe só para presenciar o fenômeno, porém para flagrar um momento desse é preciso ter sorte. Basta a chuva ir embora para que, em algumas horas, o nível da água volte ao normal.

A primeira vez que foi registrada em fevereiro de 2010, a segunda em fevereiro de 2017, a terceira em fevereiro de 2018 e a quarta foi no dia 21 de março de 2019.

Peixes são colegas de passeio em trilha debaixo d'água (Reprodução)
Peixes são colegas de passeio em trilha debaixo d'água (Reprodução)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário