A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019

19/08/2019 07:35

Névoa seca após 1 mês sem chuva muda tons do sol em Campo Grande

Meteorologista explica que coloração está relacionada à difusão das cores do arco-íris; próximo ao meio-dia cor volta ao normal

Danielle Matos
Meteorologista explica coloração alaranjada do sol. (Foto: Kísie Ainoã)Meteorologista explica coloração alaranjada do sol. (Foto: Kísie Ainoã)

Quem acordou cedo nos últimos dias observou o sol com uma coloração diferente logo nas primeiras horas. O tom alaranjado e a sensação de estar nublado, mesmo com o tempo seco e sem chuva, está relacionada a seca, claro, mas também ao número de queimadas e a uma "tampa", criada pela massa de ar seco e alta pressão.

A cor laranja indica a presença de névoa seca e poeira no ar. Segundo o meteorologista Natálio Abrahão, conforme o dia for passando, a cor volta ao normal. “Essa cor indica a presença de névoa seca e poeira no ar. A poeira difunde o marrom do pó. Em resumo, é a difusão das cores alaranjadas”.

A cor intensa que faz o sol parecer uma bola de fogo no céu, está relacionada também a difusão das cores. “O sol ao nascer está no mesmo ângulo de difusão das cores do arco-íris, menos o laranja. Assim que o sol sobe mais, a cor vai mudando para amarela. Quando for meio-dia fica branca”.

O meteorologista explica que a massa de ar seco tem alta pressão, que cria a "tampa" e impede o ar de circular, e só melhora com a chegada das chuvas. "Quando ocorrer muitos dias de estiagem, a massa aumenta de tamanho e vai esquentando. Com o tempo, poeira, areia e fumaça ficam dentro dessa tampa provocando névoa seca".

Fica a dica - Com o tempo seco, é importante, então, redobrar cuidados com a pele e beber ainda mais água. A quantidade de água que deve ser ingerida por dia varia de pessoa para pessoa. Para saber o volume certo, basta multiplicar 35 ml pelo seu peso.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions