ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  02    CAMPO GRANDE 27º

Meio Ambiente

Obras incorporam conceito “Estrada Viva” no Parque dos Poderes

Secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, mostra as adaptações em vídeo no Instagram

Por Beatriz Magalhães | 05/01/2022 18:03
Secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel, mostra adaptações no Parque dos Poderes do Programa "Estrada Viva". (Foto: Reprodução)
Secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel, mostra adaptações no Parque dos Poderes do Programa "Estrada Viva". (Foto: Reprodução)

Como parte do novo programa do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, as obras no Parque dos Poderes seguem o conceito do Estrada Viva, lançado em dezembro do ano passado. No Instagram, o secretário de infraestrutura Eduardo Riedel mostra, em visita às obras no local, as adaptações que têm como objetivo de respeitar a fauna.

Confira:

“Está vendo essa distância aqui ó, desse arame até o chão? É mais elevado um pouquinho e isso é para que os quatis, pacas e cotias possam transitar livremente. ”, afirma o secretário no vídeo divulgado na rede social.

“Lá na frente vai ter uma passagem e a sinalização, só que lá vai ter menos um ou dois arames, porque o animal tem um porte maior”, acrescenta se referindo as antas que atravessam junto com seus filhotes.

A passagem de animais como as antas são comuns na região do Parque dos Poderes, em Campo Grande (Foto: Divulgação/Governo de MS)
A passagem de animais como as antas são comuns na região do Parque dos Poderes, em Campo Grande (Foto: Divulgação/Governo de MS)

Ainda no Instagram, Riedel diz que “é assim que a Ciência se une à Engenharia para a gente poder gerar resultado para a preservação da nossa biodiversidade”.

Programa - O “Estrada Vida”, que tem como objetivo reduzir as mortes de animais por atropelamento nas rodovias estaduais, foi lançado oficialmente em dezembro de 2021 pelo governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB).

O projeto foi formulado em parceria com a UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e ONGs (organizações não-governamentais), sob a liderança do secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel, biólogo por formação.

Haverá ainda o Manual de Orientações Técnicas para Redução de Atropelamento de Animais nas Rodovias Estaduais, fruto da troca de experiências entre os técnicos do Estado e diversas instituições ambientais.

No site do Estrada Viva, há o Cadastro Estadual de Dados de Monitoramento de Fauna, ferramenta que permite a unificação dos dados de monitoramento de fauna do poder público com as instituições ambientais.

O cadastro permite que qualquer profissional que preencha os requisitos de “colaborador” passe a contribuir por meio do envio de informações, criando uma rede colaborativa dos dados de atropelamento nas rodovias estaduais.

O objetivo é obter um panorama mais preciso dos acidentes a fim de basear as decisões referentes tanto à implantação quanto à efetividade de medidas mitigadoras.

Nos siga no Google Notícias