ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  24    CAMPO GRANDE 23º

Meio Ambiente

PMA autua fazendeiro em R$ 22,4 mil por extração ilegal de madeira

Por Paulo Fernandes | 10/06/2011 22:10

Policiais autuaram ontem um proprietário rural por exploração de madeira em uma área de reserva legal sem autorização, na Fazenda Triângulo, em Cassilândia (418 km de Campo Grande).

A PMA (Polícia Militar Ambiental) encontrou várias árvores cortadas das espécies Faveiro (Pteradon Ermaginatus) e Pimenta de Macaco (Xilopia aromática). As duas são espécies do cerrado.

As árvores foram cortadas com o uso de motosserra. Segundo a polícia, algumas foram cortadas há muito tempo, indicando que a reserva vem sendo explorada há anos. A área de reserva legal tem 2,8 ha.

Além dos danos ambientais na reserva legal, também foi encontrado o corte raso de oito árvores de faveiro fora daquela área de preservação, o que também é proibido.

Segundo o site Coxim Agora, o proprietário afirmou que não possuía nenhum dos documentos exigidos pela legislação e alegou que não foi ele quem retirou a madeira.

No entanto, segundo aquele site, parte da madeira cortada havia sido usada no curral da propriedade.

O dono da fazenda foi multado em R$ 22,4 mil, o local foi embargado e as oito toras de madeira encontradas foram apreendidas. O fazendeiro também responderá por crime ambiental e poderá ser condenado a pena de 6 meses a 1 ano de detenção.