ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 23º

Meio Ambiente

Homem é flagrado ateando fogo e obrigado a ajudar a apagar incêndio

Por Ângela Kempfer | 20/09/2020 09:51
Fogo começava a ficar alto no momento do flagrante. (Foto: Divulgação PMA)
Fogo começava a ficar alto no momento do flagrante. (Foto: Divulgação PMA)

A Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas pegou em flagrante um homem de 31 anos ateando fogo para renovar sua pastagem na noite de ontem (19). Ele é morador do assentamento 20 de Março. A equipe da Operação Focus passava pela BR 262 quando viu as chamas.

Quando chegaram ao ponto, os policiais obrigaram o assentado a ajudar a conter o incêndio, que começava a ganhar força e poderia atingir outros lotes, "pois não havia nenhum sistema de aceiros ou quaisquer outros cuidados para evitar que se perdesse o controle do fogo", explica a PMA.

Portaria do Imasul, de 24 de junho de 2020, suspendeu todas as Autorizações Ambientais de queima controlada pelo prazo de 180 dias para as áreas rurais.

A Polícia Ambiental lembra que esse tipo de crime tem sido motivo de denúncias em vários assentamentos, "de que alguns colocam fogo em seus lotes, que acabam adentrando a vários lotes, primeiro pelo tempo seco e, depois, porque não há nenhuma medida protetiva de controle".

Medida com uso de GPS, a área queimada foi de 1 hectare o que rendeu multa de R$ 1.000,00. "Ele também poderá responder por crime ambiental de poluição, com pena prevista de um a quatro anos de reclusão", avisa a PMA.



Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário