A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

25/08/2015 16:10

“Bill Gates Pantaneiro” deixa Gaeco sem falar sobre escândalo

Edivaldo Bitencourt e Alan Diógenes
Baird deixa a sede do Geaco e não fala sobre escândalo (Foto: Marcos Ermínio)Baird deixa a sede do Geaco e não fala sobre escândalo (Foto: Marcos Ermínio)

O empresário João Baird, conhecido como “Bill Gates Pantaneiro”, deixou, há pouco, a sede do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), e não falou com a imprensa. Ele é investigado na Operação Coffee Break, do Gaeco, e na Operação Lama Asfáltica, da Polícia Federal.

Baird foi detido e encaminhado para prestar depoimento na manhã de hoje. Ele é dono da Itel Informática, que tem contratos milionários com a Prefeitura de Campo Grande e com o Governo do Estado. No mês passado, o MPE (Ministério Público Estadual) determinou a suspensão imediata do contrato do município com a Itel. No entanto, a prefeitura alegou que não tem condições de romper imediatamente e sinalizou que o rompimento ocorreria no dia 18 de setembro.

Alvo da Operação Coffee Beak, Baird deixou o Gaeco acompanhado por advogado e não falou com a imprensa. Ele é acusado de articular a cassação de Alcides Bernal (PP) junto com o dono da Proteco, João Amorim, e com o presidente afastado da Câmara Municipal, Mario Cesar Oliveira (PMDB).

Câmara vai homenagear 84 pessoas em sessão do aniversário de 118 anos
A Câmara Municipal de Campo Grande vai homenagear 84 pessoas em sessão solene na próxima quarta-feira (dia 23). Na ocasião, a partir das 19h, serão ...
Moreira Franco: MP das Rodovias dará segurança jurídica e resolverá problemas
O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco, afirmou que a MP das Rodovias vai garantir condições de investimento nas concessões at...
Puccineli quer candidato de consenso a presidência do PMDB em MS
Só se for sem disputa. É assim que o ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), quer disputar o comando da legenda no Estado, nas ...



Foram detidos, essa eu nao entendi.
Bem mas como ninguem do tal Gaeco e do MP apareceu para explicar, fica o dito pelo
nao dito.
Mas porque não prendeu ?
Sim, deveria prender.
É assim que o Ministerio Publico vem atuando nos demais estados da Federacao.
Investigaram mais de um ano e ao final levam os envolvidos para prestar depoimento.
Uma piada.
Mas é que aqui é diferente né, somos um estado atrasado, onde os favores politicos
e financeiros sobressaem.
Por favor, chamem o Puccinelli de volta.
Alo Puccinelli, com voce era muito melhor.
 
Reinaldo Paes Sandim em 25/08/2015 20:17:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions