A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

02/10/2013 11:32

“Estão fazendo Justiça realmente”, diz Mário César após se livrar de cassação

Aline dos Santos e Kleber Clajus

“Estão fazendo Justiça realmente”. A afirmação é do presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Mário César (PMDB), que ontem se viu livre do processo de cassação por denúncia de compra de votos.

No julgamento do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral), quatro dos sete votos foram a favor do recurso do peemedebista. A sessão foi suspensa por pedido de vistas.

Em junho, o vereador teve o mandato cassado pela juíza da 36ª Zona Eleitoral, Elisabeth Rosa Baisch, mas retornou após liminar do tribunal.

“Estamos confiantes que na próxima sessão possa definir de fato essa etapa. Fiquei surpreso com o que aconteceu, não havia cometido nenhuma irregularidade no que tange ao processo todo. Quatro votos é um fato a se considerar”, afirma Mário César, que participa de sessão comunitária em Indubrasil.

Relator do recurso, o juiz Heraldo Vitta considerou que não havia provas suficientes para determinação captação ilícita de votos. Os juízes Nélio Stábile, Geraldo Santiago e Josué de Oliveira acompanharam o relator.

Elton Nasser de Melo, juiz que representa a cota dos advogados no TRE, pediu vistas do processo sob alegação de que existem outros processos tramitando a mesma matéria.

O vereador foi acusado de uso de tickets de combustível para compra de votos durante a campanha eleitoral do ano passado. Um eleitor foi flagrado com ticket para 20 litros de gasolina.



Aguardem, senhores candidatos... nas próximas eleições estarei presente no maior número possível de comitês, arrecadando vales-combustível, auxilio qualquer-coisa, benefícios e afins - E LOGO EM SEGUIDA VOU DENUNCIAR OS "HONESTOS" NO TRE E DELEGACIAS PRÓXIMAS!

Convido todos os eleitores a participar deste ato, DENUNCIANDO às autoridades todas as tentativas de troca ou compra de votos! Não tem dia agendado, não tem nome vinculado, não existem regras! Apenas compareçam nos comitês e angariem provas para uma denuncia fundamentada! Não tenham medo de represálias, usem a denuncia anônima!!!
 
Eduardo Sufragio Leal em 02/10/2013 13:31:13
ISSO NAO E JUSTIÇA E IMPUNIDADE.
 
cesar lopes em 02/10/2013 13:30:36
Os demais também vão ser absolvidos, o povo é que tem de julgar nas urnas.
 
luiz alves em 02/10/2013 11:52:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions