A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

15/04/2016 22:15

"O PT despertou o que há de pior na política", diz Mandetta em discurso

Nyelder Rodrigues

O deputado federal por Mato Grosso do Sul, Luiz Henrique Mandetta (DEM), discursou a favor do impeachment na noite desta sexta-feira (15) na Câmara Federal, em Brasília (DF). Em sua fala, o parlamentar fez várias acusações e afirmou que o PT despertou "o que há de pior na política". Ele foi o primeiro deputado do DEM a falar em plenário.

Nesta noite, acontece uma série de posicionamentos sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). A vez de cada parlamentar ocorre por bancadas. Já na abertura do discurso, Mandetta relembrou os compromissos feitos na posse da presidente para este mandato, realizada na Câmara Federal, em janeiro de 2015.

"Todo servidor público toma posse diante de seu superior. A dela foi aqui porque o superior dela é o povo, e esta é casa do povo", frisou o deputado, afirmando ainda que os que lá estão não chegaram à convite e sim eleitos pelo povo, e que no momento está em julgamento o destino do Brasil, e não de uma pessoa.

"Ela prometeu manter e defender a constituição. Ela cumpriu? Jurou observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro. É promover o bem estar apostando em um projeto de poder que divide, maltrata?" disparou Mandetta, que ainda reclama dos parlamentares da base do Governo. "Apontaram para a casa do povo brasileiro, dizendo que é golpista, que o juiz Moro é golposta, que a imprensa é golpista".

Na sequência, o sul-mato-grossense apontou que o PT conseguiu despertar o que há de pior na política. "Enfiam a mão no bolso dos brasileiros e compram pessoas, marketeiros, empreiteiras", declarou, completando. "O PT agrediu os trabalhadores, logo o partido que se diz dos trabalhadores. É o partido de vagabundos, que não sabe honrar o tributo do povo brasileiro".

Para finalizar, Mandetta ainda afirmou que o PT mente para manter um projeto de poder no país, e que Dilma cometeu um crime "com a caneta", se referindo ao cargo que ela ocupa, e então só ela pode ser a responsável. "Rasteje PT, e lave sua boca para falar de ética de outros partidos", disparou novamente o deputado, antes de terminar o discurso a favor do impeachment.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions