ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  18    CAMPO GRANDE 22º

Política

"País precisava desta reforma", diz Reinaldo sobre projeto da Previdência

Presidente resolveu suspender votação para focar na segurança, após decreto sobre intervenção no RJ

Por Mayara Bueno e Leonardo Rocha | 24/02/2018 10:32
Reinaldo Azambuja (PSDB), governador do Estado,
durante evento do Vale Renda. (Foto: Leonardo Rocha).
Reinaldo Azambuja (PSDB), governador do Estado, durante evento do Vale Renda. (Foto: Leonardo Rocha).

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), comentou sobre a suspensão da votação da reforma da Previdência. Afirmou ter sido "uma pena" e que o projeto terá de ser pautado pelo próximo presidente da República.

Para ele, o Brasil precisava desta reforma, além de outras, "importantes para levar emprego e oportunidades para as pessoas. "Uma pena que ela não teve condições políticas para ser aprovada".

Caberá, então, ao presidente que assumirá o governo federal, em 2019. Além do setor Previdenciário, o sucessor deverá assumir também reformas tributária e política.

A reforma da Previdência foi suspensa, por enquanto, em virtude da intervenção no Rio de Janeiro (RJ). O ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun, disse, em agenda na Capital ontem (dia 23), que o presidente Michel Temer (MDB), optou por focar na segurança e deixar a reforma para depois.

Marun também revelou que o Planalto "não tinha os votos necessários" a aprovar o projeto. O ministro considerou a situação uma derrota para o Brasil e também para si mesmo, já que essa era sua primeira missão como titular do cargo.