ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  18    CAMPO GRANDE 21º

Política

Aécio não acha natural, mas não condena aliança com PT em MS

Por Leonardo Rocha e Kleber Clajus enviado a Goiânia | 22/11/2013 11:25
Aécio não impede aliança, mas não vê como natural uma aliança com o PT
Aécio não impede aliança, mas não vê como natural uma aliança com o PT

O senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, afirmou durante encontro regional do partido em Goiânia (GO), que não vê como natural uma aliança do PSDB com o PT em Mato Grosso do Sul. No entanto não vetou esta parceria, destacando que cabe a direção estadual definir o melhor rumo em 2014.

“Esta decisão fica a cargo da direção estadual, já que ela saberá o que é melhor para o partido diante do cenário político, mas não seria algo natural”, declarou ele. No Estado, o PSDB pode apoiar o senador Delcídio do Amaral (PT) ao Governo, enquanto os tucanos lançariam o candidato ao Senado.

O deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), que participa do evento, também ressaltou que não existem “portas fechadas” a nenhuma legenda no Estado e que a própria base do PSDB vê com “bons olhos” uma aliança com o senador petista.

“Existem muitas pessoas e lideranças favoráveis a esta parceria, mas só vamos definir esta questão em março de 2014, depois da finalização do Programa Pensando MS”, garantiu ele.

O presidente estadual do PSDB jovem, Anderson Barão, destacou que a juventude preferia uma candidatura própria de Azambuja, mas que esta aliança com o PT não pode ser descartada.

“Apesar de rivais históricos, todos nós temos que rever nossos conceitos e decidir o que é o melhor para o partido”, apontou ele.

Este é o 4° encontro regional do PSDB no Centro Oeste, o partido tem como meta estabelecer as diretrizes nacionais para disputa eleitoral em 2014, que terá Aécio Neves como candidato a presidência da república.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário