A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/11/2010 16:58

Alegando falta de apoio, Zé Teixeira ameaça sair do DEM

Redação

Deputado estadual reeleito, Zé Teixeira afirmou nesta terça-feira que quer sair do DEM por acreditar que está ficando isolado no partido.

Ele pedirá ao presidente regional do partido, Murilo Zauith, autorização para deixar a sigla sem ter o mandato requisitado. "Vou pedir para o Murilo me liberar", disse.

O entendimento da Justiça Eleitoral é de que o mandato pertence aos partidos. "Mas eu me [re]elegi sozinho", argumenta Teixeira. Ele está em seu 5º mandato e é um dos mais experientes da Assembleia Legislativa.

Conforme o deputado, prefeitos, vices e lideranças do partido deixaram de apoiá-lo na eleição deste ano para fazer campanha para candidatos de outras legendas.

Zé Teixeira diz que uma das pessoas que deixou de apoiá-lo foi o presidente do DEM campo-grandense, vereador Airton Saraiva. "Ele é trabalhador e consegue se reeleger, mas não aglutina. Ele não ajuda o partido", afirma.

O deputado estadual afirmou ainda que Murilo Zauith também pensa em sair do partido. "Eu só não sei o motivo, isso quem tem que dizer é ele", afirmou.

Saraiva - O presidente municipal do DEM, vereador Airton Saraiva, afirmou também nesta terça-feira ao Campo Grande News que a fusão com o PMDB, se ocorrer, irá provocar a saída dele e de outras lideranças do partido como o vice-governador Murilo Zauith.

"Aí não dá para ficar. Acho que todos nós saímos. Não seria bom politicamente. O comando do partido ficaria todo com o PMDB", disse.

No entanto, Saraiva acredita que a possibilidade de fusão não vai acontecer porque enfrenta resistência em vários estados. A discussão, no entanto, promete ser longa.

O Campo Grande News não conseguiu falar, nesta tarde, com o vice-governador.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions