A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

31/07/2009 09:09

Amarildo discute com Marquinho possível composição no PT

Redação

Indicado pelo senador Delcídio do Amaral como candidato de consenso à presidência regional do PT, o ex-vereador Marcus Garcia, de Paranaíba, vem a Campo Grande na próxima terça-feira para tentar uma composição com o atual dirigente do partido, deputado Amarildo Cruz.

"Marquinho" é amigo de Amarildo e ligado politicamente ao deputado. Mesmo assim, o atual presidente regional do PT disse que ainda não foi comunicado oficialmente sobre a indicação e tem dificuldade em admitir a possibilidade de abrir mão da reeleição.

Ele enfatiza que tudo precisa ser muito bem conversado, principalmente em relação aos espaços que seu grupo político pode ocupar no Diretório Regional.

"Oficialmente ninguém conversou nada comigo. Marquinhos é ligado a mim, é meu amigo, e está vindo no inicio da semana pra conversar, porque não é só a questão da presidência, tem os espaços na chapa, dentro do partido, tem que discutir os cargos", explicou.

"Temos que saber quem vai ter o que nesta composição, de acordo com a força que cada um tem. Cada um tem um grupo e eu não posso ficar com menos espaço político do que o que eu realmente sei que tenho no partido", declarou Amarildo.

Até alguns dias, Amarildo dava como certa sua reeleição à presidência do PT, já que contava com o apoio de Delcídio do Amaral. Entretanto, após fazer declarações ácidas na tribuna da Assembléia Legislativa sobre o senador, acabou isolado pelo senador.

Outro entrave enfrentado por Amarildo é a resistência que Zeca do PT tem a seu nome. O ex-governador se reconciliou politicamente com Delcídio, e decidiram encontrar um nome de consenso para o PT.

Entretanto, algumas condições foram impostas: o candidato não pode ter interesses eleitorais no ano que vem e precisa ter como bandeira a idéia de candidatura própria do partido ao governo do Estado.

Dias atrás, Amarildo se reuniu com o deputado federal Antônio Carlos Biffi e outros integrantes de seu grupo político. Eles disseram estar insatisfeitos com a condução dessa escolha e prometeram manter a candidatura à reeleição.

Agora, com a visita de Marquinhos a Amarildo, o canal de conversação será aberto e é possível que o consenso finalmente aconteça no PT.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions