A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/01/2009 11:23

André calcula prejuízo de R$ 35 mi com redução do gás

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou hoje que já entrou em contato com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, para marcar uma reunião onde deverá discutir a redução da compra do gás boliviano.

Segundo o governador, a queda de 30 milhões de metros cúbicos para 19 milhões de metros cúbicos no consumo do produto vindo da Bolívia causaria um rombo de R$ 35 milhões no ICMS do Estado.

Na ocasião, ainda sem data definida, ele vai propor que a Petrobras comercialize o gás de que as termoelétricas não precisam com empresas que atuam em Mato Grosso do Sul.

Com a diminuição no consumo, consequência da crise mundial, ele quer que empresas como a MMX Metálicos S.A, a Rio Tinto e a Votorantin Papel e Celulose, que já estavam interessadas no gás, possam utilizar o produto por meio da MS Gás.

Em visita à Petrobras no Rio de Janeiro no ano passado, o governador pediu aumento na quantidade de gás envida para o Estado. Mas, a estatal alegou que não tinha como vender, porque já tinha contrato fechado para todo o gás que recebia da Bolívia. Agora, com a diminuição do uso do produto pelas termoelétricas, ele quer que o gás venha para Mato Grosso do Sul.

O governador anunciou também que deverá tentar uma brecha na agenda do presidente Lula para discutir a questão. No próximo dia15, o presidente vai a Corumbá.

Puccinelli pretende orquestrar uma reunião com Lula e representantes de outros poderes, como a Assembléia Legislativa e o Tribunal de Justiça, para explicar que o Estado será muito prejudicado com a redução.

Fundo - Puccinelli também quer a normatização da lei que regula o FPE (Fundo de Participação dos Estados), pois considera pequeno o valor repassado para Mato Grosso do Sul.

O Estado recebe percentual de 1.3, enquanto em Tocantins, criado há menos tempo, tem um repasse quase quatro vezes maior.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions