A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/02/2014 12:45

André destaca que plano diretor nos 79 municípios irá desenvolver MS

Leonardo Rocha
André ressaltou que o plano diretor, assim como a diversificação da economia são as bases de desenvolvimento (Foto: Cleber Gellio)André ressaltou que o plano diretor, assim como a diversificação da economia são as bases de desenvolvimento (Foto: Cleber Gellio)

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou hoje durante o início das atividades da Assembleia Legislativa que o Estado será o primeiro a implantar plano diretor nos 79 municípios e que esta ação será à base do desenvolvimento de Mato Grosso do Sul.

“O plano diretor será um documento substancial para o desenvolvimento, já que quando houver um planejamento dos municípios, isto vai refletir no crescimento da economia do Estado”.

Ele ainda ponderou que “ao longo dos anos” este trabalho será “solidificado” e trará resultados no futuro. “Iremos dar todas as condições disponíveis para implantação (plano diretor) e isto irá trazer conquistas”.

Diversificação – André fez questão de destacar a diversificação da base produtiva como política de desenvolvimento, continuando as ações de incentivo a industrialização, através da prorrogação dos benefícios e incentivos fiscais, com o estímulo a vinda de novas indústrias.

O governador apontou a “mudança” e variação no perfil econômico com uma das saídas, assim como a integração regional e obras de logística que vão melhorar a economia estadual.

Ele lembrou os investimentos da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) com aquisição de 45 motoniveladoras, resultado de emendas da bancada federal, atendeu a 45 municípios em 2013, somando R$ 20,6 milhões em investimento. Destes, R$ 6, 1 milhões foi com recursos próprios do governo estadual, direcionados a agricultura familiar.

Social – O governo estadual ainda investiu R$ 12,8 milhões em repasses aos municípios por meio do Feas (Fundo Estadual de Assistência Social) para atender famílias carentes. Esta ação representou um crescimento de 153% desde 2006, quando o repasse foi de R$ 5,3 milhões. Em 2014, será de R$ 13, 4 milhões.

Puccinelli ainda lembrou que os programas sociais atenderam 100 mil famílias no Estado, sendo 70 mil apenas com o “Vale Renda”, tendo como outros benefícios o “Cesta Alimentar Indígena”, “Vale Universidade” e repasses a ações sociais feitos pelo FIS (Fundo de Investimento Social).

Na Habitação, em parceria com o Programa “Minha Casa, Minha Vida”, foram asseguradas 59.210 moradias, sendo 32.020 já entregues e 27.190 em fase de construção. A meta do governo estadual é chegar a 70 mil casas. O investimento foi de R$ 1,5 bilhão.

Esporte - Na área esportiva, foram entregues 300 kits esportivos em parceria com o governo federal, somando 56.800 (itens) para equipar núcleos esportivos de todo Estado, o que possibilitou o desenvolvimento de 8 mil crianças.

Além desta ação, houve outros programas em 2013, como o “Bolsa Atleta” que prevê uma ajuda de custo mensal para atletas em disputas nacionais e internacionais obterem melhores resultados.

Cultura – Com o objetivo de democratizar a informação, o executivo possibilitou a distribuição de kits literários, com estímulo a leitura, em uma parceria com a Biblioteca Nacional, que resultou em 21 mil publicações a disposição da população.

Para ter acesso a este material, também foi implementado bibliotecas públicas nos municípios, que também tem como meta a preservação cultural da história de Mato Grosso do Sul.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions